publicidade
14/03/19
Foto: Léo Lemos/Náutico
Foto: Léo Lemos/Náutico

Náutico vence o CRB em Alagoas e entra no G-4 do Grupo B da Copa do Nordeste

14 / mar
Publicado por Fernando Castro em Náutico às 23:28

Pela Copa do Nordeste, o Náutico aproveitou as chances, venceu o CRB dentro do Rei Pelé, por 2×1, e entrou no G-4 do Grupo B. Essa foi a quinta vitória consecutiva do Timbu no ano. A partida foi transmitida com exclusividade pela TV Jornal. Os torcedores que quiserem saber mais sobre a competição podem baixar o aplicativo da Copa do Nordeste e apostarem nos placares dos jogos, além de acompanhar a classificação e todas as estatísticas.

Com o resultado, o Náutico somou três pontos, subiu duas posições e ingressou no G-4 do Grupo B, com 11 pontos. Já o CRB, perdeu pela primeira vez no Nordestão, mas permaneceu no G-4 do Grupo A. O time alagoano é o quarto colocado com cinco pontos somados.

O próximo duelo do Náutico acontece já neste domingo (17), diante do Santa Cruz, no estádio dos Aflitos, pelo Campeonato Pernambucano. Já pela Copa do Nordeste, o Timbu só volta a campo no final do mês, no sábado do dia 23, também em casa, dessa vez contra o Altos. Na última rodada do Nordestão, o alvirrubro pernambucano viaja até Salvador para enfrentar o Vitória.

O JOGO

Para o duelo regional, o técnico Márcio Goiano não pôde contar com o zagueiro Rafael Ribeiro, que sentiu um desconforto muscular e não viajou com a equipe. Artilheiro do Timbu com seis gols na temporada, o centroavante Wallace Pernambucano seguiu de fora da equipe. Como opção no banco de reservas, o comandante do Timbu ganhou as opções do lateral esquerdo Assis e do experiente meia-atacante Jorge Henrique, que se recuperaram de lesões.

Nos primeiros minutos do jogo, o CRB pressionava o Náutico no ataque. A defesa do Timbu chegou a errar algumas saídas de bola, mas o ataque regatiano não soube aproveitar bem. Mas aos seis minutos, após erro do volante Claudinei, o atacante Odilávio roubou a bola, invadiu a área e com frieza chutou no canto do goleiro Edson, que não pôde evitar o primeiro gol do jogo.

Depois do gol pernambucano, a partida ficou morna, com muitas faltas e fraca tecnicamente. Com o resultado a favor, o Náutico esperava o time alagoano no campo de defesa, e jogava no contra-ataque, nos erros do adversário. Já o CRB, apesar de possuir mais posse de bola, não conseguiu criar oportunidades de gol, irritando a torcida.

Nos minutos finais da primeira etapa, o CRB voltou a pressionar com mais intensidade a defesa do Náutico. Aos 45 minutos, por pouco o Galo da Pajuçara não empatava a partida. Willian Barbio cruzou para área e o atacante Hugo Sanches desviou no primeiro pau, o goleiro Bruno fez grande defesa e salvou o Timbu.

SEGUNDO TEMPO

E logo no início do segundo tempo, aos dois minutos, o Náutico não perdeu tempo e ampliou o placar. O volante paraguaio Jiménez, na ponta esquerda do ataque, arriscou o chute de fora da área, a bola quicou no gramado e enganou o goleiro Edson Mardden, que mais uma vez não conseguiu evitar o gol.

Mais organizado no jogo, o Náutico assustava mais no segundo tempo, nos rápidos contra-ataques. Pressionado pela torcida, o CRB tinha dificuldades para construir as jogadas. Sem conseguir matar o jogo, o Timbu viu o Galo da Pajuçara diminuir o placar. Aos 17 minutos, o meia Felipe Menezes aproveitou o rebote do goleiro Bruno e marcou o gol para os donos da casa.

Nos últimos dez minutos da partida, o time alagoano se jogou desesperado ao ataque em busca do empate. Apesar de alguns sustos, a defesa do Náutico suportou bem a pressão do CRB e segurou a vitória. O Timbu não vencia o CRB dentro do Rei Pelé há 13 anos. A última vitória pernambucana em Alagoas havia sido em 2006, também por 2×1, pela Série B daquele ano.

FICHA DO JOGO: CRB 1X2 NÁUTICO

CRB: Edson Mardden; Júnior (Polaco); Guilherme Mattis, Edson e Igor; Claudinei, Ferrugem, Felipe Menezes e Danilinho (Mailson); Willian Barbio e Hugo Sanches (Danillo Bala). Técnico: Roberto Fernandes.

Náutico: Bruno; Hereda, Camutanga, Suéliton e Josa; Jiménez, Luiz Henrique e Danilo Pires (Fábio Matos); Thiago (Assis), Robinho e Odilávio (Jorge Henrique). Técnico: Márcio Goiano.

Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL). Árbitro: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN). Assistentes: Lorival Candido das Flores (RN) e Francisco de Assis da Hora (RN). Gols: Odilávio aos 6′ do 1ºT; Jiménez aos 21 do 2ºT; Felipe Menezes aos 17′ do 2ºT. Cartões amarelos: Camutanga, Jiménez (Náutico); Igor, Claudinei, Edson, Hugo Sanches, Júnior, Guilherme Mattis (CRB).


FECHAR