publicidade
10/03/19
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem

Náutico rebaixa o América e assume liderança do Pernambucano

10 / mar
Publicado por Carlyle Paes Barreto em Instant Articles às 17:54

O Náutico chegou à 11ª partida invicta, ao bater o América por 1×0, na tarde deste domingo, no Estádio Ademir Cunha, em Paulista. Resultado que lhe dá a liderança do campeonato Pernambucano e que rebaixa o adversário.

Com 16 pontos, o atual campeão estadual passa a somar 18 pontos, dois a mais que o Central, que enfrenta o santa Cruz, no Arruda, na quarta-feira. O Mequinha, com apenas um ponto, só poderia ultrapassar mais um rival, insuficiente para evitar a queda.

Precisando desesperadamente da vitória, o Mequinha tomou a iniciativa da partida. Com dez minutos, já havia finalizado três vezes. Duas com perigo. Uma por cima e outra que obrigou Bruno a fazer boa defesa. Aos 13, a chance mais clara. Após erro de passe, o alvirrubro quase faz contra, com Rafael Ribeiro desviando e a bola passando raspando a trave.

O Náutico só foi dar seu primeiro chute aos 15, com Danilo Pires. Bem defendido por Gerson. Depois, conseguiu se estabilizar, melhorando a marcação e equilibrando a partida. Passando também a chutar com  perigo. Graças à boa movimentação de Danilo Pires, que ganhou a vaga de Fábio. O camisa 10 armou, marcou e apareceu para finalizar.

Aos 27, Luiz Henrique acertou o travessão, em cobrança de falta. Depois Danilo cabeceou para fora, aos 32, na última finalização da equipe no primeiro tempo.

Na segunda etapa, o timbu voltou com Fábio na vaga do volante Jímenez, deixando o meio de campo mais qualificado. E logo no primeiro lance de ataque, o Náutico abriu o placar, com Suélinton cabeceando após cobrança de falta de Fábio.

Embora tenha ficado mais solto, os alvirrubros passaram a falhar na marcação. E em duas oportunidades seguidas, por pouco não tomam o empate. Uma com Alessandro passando por Suélinton e chutando para fora, de frente para Bruno. Na outra, Matheus acertou o travessão, em cobrança de falta.

O Náutico, então, voltou a ter as rédeas da partida. Criando mais chances. E desperdiçando-as. Foi assim com Tiago, obrigando Gerson a evitar a o segundo gol, e, depois, num lance duplo. Após belo voleio de luiz Henrique, o goleiro esmeraldino deu rebote. Odlávio, então, mandou para fora.

Mesmo tentando reagir, faltava ao América qualidade. Na base da raça, conseguiu criar chances. Em outra delas, Matheus chutou cruzado, para boa defesa de Bruno. Já o Timbu passou a explorar os espaços deixados, embora tenha caído de produção. Nem com a entrada de Maylson na vaga de Odlávio, aos 27, o Alvirrubro conseguiu cadenciar o jogo. E seguiu vendo o Mequinha perder gol. O que foi fatal para a concretização de sua queda.

Ficha do jogo

América
Gerson; Thyego (Gabriel), Walter, Fernando e Marcus Paulo; Alessandro, Rômulo, Breno e cleberson; Matheus e
David (Mikael). Técnico: Wilton Bezerra filho.

Náutico
Bruno; Hereda, Rafael Ribeiro, Suélinton e Josa; Jímenez (Fábio), Luiz Henrique e Danilo Pires; Robinho (Yuri), Thiago
e Odlávio (Maylson). Técnico: Márcio Goiano.

Local: Estádio Ademir Cunha, em Paulista. Árbitro: Michelângelo Almeira. Assistentes: Clóvis Amaral e
Marcelino Castro.


FECHAR