publicidade
06/12/18
Foto: Léo Motta/JC Imagem
Foto: Léo Motta/JC Imagem

Leston cita reencontro com o Botafogo-PB na estreia do Santa Cruz: “peças que o futebol nos prega”

06 / dez
Publicado por Maria Lua Ribeiro em Notícias às 8:12

Cerca de cinco meses depois do último jogo oficial, o Santa Cruz fará sua estreia diante de um velho conhecido do técnico Leston Júnior: o Botafogo-PB. A primeira partida do ano do Tricolor será realizada no Estádio Almeidão, no dia 15 de janeiro de 2019, às 21h30. A partida é válida pela primeira rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste. O treinador coral comentou sobre o sentimento de reencontrar o último time comandado por ele, agora enquanto adversário.

LEIA MAIS:

Com cerca de oito salários a receber, Allan Vieira nega voltar para o Santa Cruz

Leston diz que Boca Juniors deveria ser campeão da Libertadores sem segundo jogo

“Gostaria muito de contar com o Marcos Aurélio”, diz técnico do Santa Cruz

Técnico planeja progresso no Santa Cruz a médio e longo prazo

“São as peças que o futebol nos prega. Talvez, depois da minha saída, eu nunca imaginei que quando assumisse outro clube, meu primeiro jogo seria justamente contra o Botafogo-PB. É uma situação que pertence ao futebol. Eu particularmente não gosto muito de potencializar isso. Daqui a pouco começa a direcionar uma situação do Leston Júnior enfrentar o Botafogo-PB, mas na verdade o jogo é entre o Santa Cruz e o Paraibano”, disse o técnico em entrevista ao Blog do Torcedor. 

Obstáculos

Com oito meses de trabalho à frente do Belo – deixou o comando técnico do Botafogo-PB após o empate com o Globo FC pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C, em junho deste ano – Leston também mencionou os obstáculos para enfrentar a equipe paraibana na primeira rodada do Nordestão.

“É uma estreia de competição. Sabemos das dificuldades, o quanto é difícil jogar lá. O aproveitamento deles no Almeidão é muito grande, e vamos ter que fazer uma preparação não apenas para esse jogo, mas para uma temporada inteira, para que nos condicione a fazer bons jogos, não só dentro do Arruda, mas também, fundamentalmente fora, para que a gente alcance os nossos objetivos. Não deixa de ser uma situação inusitada essa volta para João Pessoa, já enfrentando o Botafogo-PB”, destacou.

Campanha

O treinador também lembrou da passagem vitoriosa pelo Botafogo-PB. Ele deixou a equipe alvinegra com 58% de aproveitamento. “Foram quase nove meses de montagem de elenco em 2017 e foi até o final do ano brigando pelo acesso, de planejamento, passando pelo conquista do Estadual, pela melhor campanha recente do clube na Copa do Nordeste, então foi uma passagem positiva”, ressaltou.

Saída

De acordo com Leston, a sua saída do último clube não foi foi motivada por outras propostas. “Houve uma consulta, durante a minha estada no Botafogo-PB. Mas foi apenas uma consulta e não proposta efetiva. Até porque a gente nem abriu possibilidade para isso. Eu estava muito envolvido no clube”, afirmou. Leston explicou que não via mais maneiras de contribuir com o Botafogo-PB, e foi por essa razão que ele decidiu deixar o clube.

“A minha saída, não foi pelo resultado, que era maravilhoso. Naquele momento, eu entendia que tinha menos a contribuir com o clube do que a chegada de um outro profissional. Tudo o que envolvia naquele momento, o melhor caminho era a minha saída. A troca de comando é muito atrelada ao resultado, mas nem sempre é isso. Existem outros fatores que também contribuem para a permanência como também para a saída de um profissional”, finalizou.


FECHAR