publicidade
11/10/18
O Santa Cruz terá um elenco formado por atletas das categorias de base junto aos jogadores que renovaram para 2019. Foto: Davi Saboya/Especial para o JC
O Santa Cruz terá um elenco formado por atletas das categorias de base junto aos jogadores que renovaram para 2019. Foto: Davi Saboya/Especial para o JC

Diretor do Santa Cruz prega qualidade na equipe para 2019

11 / out
Publicado por Maria Lua Ribeiro em Notícias às 16:17

Antes de qualquer outro objetivo, o Departamento de Futebol do Santa Cruz vem buscando qualidade no elenco para a disputa da temporada de 2019. Acertar nas contratações o renovações, além de promover atletas formados nas categorias de base coral são algumas medidas que o Tricolor vem adotando na busca por bons resultados no ano que vem. O integrante do comitê de gestão do Santa, Fred Dias comentou sobre o planejamento do clube para o ano que vem.

LEIA MAIS:

Constantino aponta Copa do Brasil como maneira para o Santa Cruz se capitalizar em 2019

Presidente do Santa Cruz quer clube em busca do bi da Copa do Nordeste

Santa Cruz: Parte do gramado do Arruda passa por reforma após o feriado

Constantino Jr. diz que Santa Cruz busca organização para poder ter renovações

“Eu sempre costumo dizer que é melhor você ter qualidade do que quantidade. Com a manutenção da nossa base de 2018 e a utilização dos garotos das categorias de base no Campeonato Brasileiro sub-23, no Pernambucano sub-20, na Copa do Nordeste sub-20 e com a vinda de reforços de qualidade, sem sem quantidade, teremos condições de montar um time forte para 2019, para dar alegria para a torcida”, disse o diretor do Santa Cruz Fred Dias em entrevista ao repórter Anderson Gomes para a Rádio Transamérica. 

Folha salarial

Ele também explicou que o Santa Cruz iniciará o ano com uma folha de R$ 200 mil, mas que ela pode variar a depender dos resultados da equipe nas competições que disputar. “À medida ultrapassarmos de fase na Copa do Brasil e Copa do Nordeste, entendemos que deveremos chegar no Campeonato Brasileiro da Série C com a folha em torno de R$ 300 mil, e foi um pouco maior até do que nós tivemos em 2018. Dito isso, não necessariamente existe uma perda de qualidade técnica”, ressaltou.

Fred Dias reforçou que a variação dos valores na folha dependerão do desempenho do time nas competições. “A folha salarial vai variar durante o ano de acordo com o nosso alcance de metas que estipulamos para o começo de 2019. Com a utilização dos valores provenientes da Copa do Brasil, a cada passagem de fase, teremos condições de atualizar esses valores da folha”.


FECHAR