publicidade
14/09/18
Foto: Anderson Freire/Ascom Sport
Foto: Anderson Freire/Ascom Sport

Zagueiro Ernando comemora adaptação como lateral do Sport

14 / set
Publicado por Maria Lua Ribeiro em Notícias às 15:03

O zagueiro do Sport Ernando vem sendo utilizado como lateral pelo técnico Eduardo Baptista nas últimas rodadas da Série A. Apesar do ofício na zaga, o atleta vem agradando o treinador desempenhando outra função no sistema defensivo. O camisa 14, que foi elogiado pelo comandante rubro-negro, espera continuar atendendo às expectativas para ajudar o time a sair da zona de rebaixamento. Nesse domingo (16), ele deve ser opção novamente diante do Corinthians.

LEIA MAIS:

Magrão quer mesma postura do último jogo diante do Corinthians

Magrão assume parcela de culpa por gols sofridos e cobra diretoria: “algumas coisas que cabem fazer”

Dubeux aponta crise e saída de Diego Souza para explicar má fase do Sport

“Não tenho condições de assumir”, diz Dubeux sobre ser presidente do Sport

“A partir de agora, cada jogo é uma final”, diz volante do Sport

“Minha característica é mais defensiva, mas sempre quando posso e quando dá eu me coloco à disposição para fazer jogadas ofensivas também. Isso vamos evoluir com os treinamentos. Vou para o meu quarto jogo consecutivo como lateral. Estou me sentindo melhor em cada partida. E com essas semanas cheias que o Eduardo tem, a gente espera aprimorar ainda mais”, afirmou o jogador durante entrevista coletiva.

Ernando lembrou que no início do ano não gostaria de atuar como lateral, mas devido a necessidade do time, cedeu ao pedido do técnico. Começou contra o Botafogo, fazendo a lateral esquerda. É uma função que eu já fiz bastante no Internacional, tanto na esquerda como na direita. É lógico que a minha posição preferida é ser zagueiro, mas Eduardo me colocou para fazer essa função e eu venho tentando fazer o meu melhor”, comentou.

Meta

O principal objetivo nesta fase do Brasileirão, é sair da zona de rebaixamento. O zagueiro rubro-negro mencionou essa necessidade. “Essa sequência foi determinante para estarmos nessa posição que estamos hoje. Nós temos 14 partidas pela frente e vai ser essencial ter uma sequência de vitórias. Não podemos deixar para o fim do campeonato. Todos os atletas têm consciência disso”, finalizou.


FECHAR