publicidade
02/09/18
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

“Nossa preocupação não era jogar bonito, era vencer”, diz técnico do Sport

02 / set
Publicado por Karoline Albuquerque em Notícias às 19:17

O técnico Eduardo Baptista chegou no Sport há cerca de duas semanas. Neste domingo (2), diante do Paraná, conseguiu sua primeira vitória com o time, quebrando um jejum de 86 dias e 11 rodadas do Brasileirão. Ao explicar o que pretendia com a equipe escalada para o jogo, o treinador ressaltou que precisava do resultado positivo, independente de um futebol vistoso ou não.

O começo do jogo na Ilha do Retiro, na opinião do comandante, não foi bom, com muitos erros. Mas, ele observou que alguns jogadores responderam bem à sua proposta, como os casos do atacante Rogério e do meia Andrigo. Este segundo, de acordo com o técnico, foi escalado para dar mais mobilidade e uma saída rápida próximo à área.

LEIA MAIS:

Sport volta a vencer após 11 jogos de jejum na Série A

Magrão e Fellipe Bastos agradecem à torcida do Sport

Ouça o gol do Sport sobre o Paraná nas ondas da Rádio Jornal

Confira a vitória do Sport nas lentes da JC Imagem

“Se não foi um futebol brilhante que esperava, foi de entrega, de luta. Hoje, nossa preocupação não era jogar bonito, olhar números de erros, era de vencer, fazer 23 pontos, ter tranquilidade para trabalhar. Temos jogadores para estrear. Vamos, não tem tanto tempo, mas o fim de domingo e dois dias para os jogadores de cabeça leve focarem no próximo jogo”, disse Eduardo.

Quanto a suas substituições, o rubro-negro explicou que respondeu ao que Claudinei Oliveira fez com seu time. Com dois atacantes, o Paraná empurrava a zaga e um lateral do Sport, sobrecarregando Cláudio Winck pela esquerda do adversário. Assim, Eduardo optou por colocar Ronaldo Alves em campo, chegando a ter três zagueiros, com Ernando indo para a lateral direita e formando uma linha de cinco quando na defensiva.

“Conseguir igualar e tirar a dobra lá. O Winck como ala e também pensando um pouco nisso. Sofreu com bola parada. Eu acreditava que toda falta o Paraná ia colocar na nossa área. Contar com Ronaldo, um cara alto, ia conseguir suprir isso aí. Assim aconteceu”, completou o treinador.

Agora, Eduardo Baptista tem dois dias para se preparar para o próximo duelo do Sport no Brasileirão. Na quarta-feira (5), às 19h30, o Leão encara o Bahia na Arena Fonte Nova. Por enquanto, o time pernambucano ocupa a 17ª colocação, com 23 pontos somados e a um da saída da zona de rebaixamento.


FECHAR