publicidade
27/08/18
Foto: Instagram Santos Futebol Clube.
Foto: Instagram Santos Futebol Clube.

Independiente orienta torcedores para evitar atos de racismo no jogo com o Santos

27 / ago
Publicado por Karoline Albuquerque em Notícias às 15:40

O Independiente, da Argentina, adversário do Santos nesta terça-feira (28), pelas oitavas de final da Copa Libertadores, publicou em seu site oficial uma série de recomendações aos torcedores que acompanharem o jogo no Pacaembu e destacam-se alertas para evitar crimes raciais, que podem trazer prejuízos financeiros para o clube e até prisão e impedimento de deixar o Brasil.

Leia mais:

Encontro de pequeno torcedor com ídolo Messi é pura emoção

São cinco pontos de orientação aos ‘hinchas’ como os torcedores são chamados na Argentina. O quinto, aparece como ‘Importante’ e trata das questões raciais:

– É um crime racial fazer gestos de macaco ou dizer “macaco” para os torcedores locais.
– É um crime no Brasil assimilar uma pessoa a um animal.
– A polícia age por sua própria iniciativa quando testemunha esses eventos e prende os torcedores visitantes.
– Em jogos anteriores houve prisões.
– Há câmeras no estádio que registram essas ofensas raciais, por isso é fácil provar o crime.
– É altamente recomendável evitar qualquer gesto ou palavra de conteúdo racial por dois motivos:
O clube pode ser penalizado economicamente.

As pessoas que cometem crimes de ódio podem ser expostas a sérias conseqüências como ter polícia/ registros judiciais ao longo de sua vida e ser impedido de sair do Brasil até o final do processo (perder o seu vôo e voltar ao trabalho e família), além de ter que enfrentar grandes custos para possíveis multas e despesas de assessoria judicial como possível impeditivo de entrar no Brasil no futuro.

No primeiro confronto, em Avellaneda (0x0), um torcedor do Independiente foi flagrado imitando um macaco para torcedores do Santos, que registraram em vídeo. O clube paulista cogitou acionar a Conmebol, que prevê até desclassificação de uma equipe por atos discriminatórios de sua torcida.


FECHAR