publicidade
10/08/18
Foto: Leo Lemos/Clube Náutico Capibaribe
Foto: Leo Lemos/Clube Náutico Capibaribe

Márcio Goiano mostra confiança em base jovem do Náutico

10 / ago
Publicado por Maria Lua Ribeiro em Náutico às 11:04

Uma das questões mais cobradas ao grupo do Náutico, sobretudo para a próxima fase da Série C do Campeonato Brasileiro, é a “inexperiência” (no que se refere à carreira no futebol) de boa parte dos jogadores. Alguns deles, inclusive, tiveram a primeira chance de atuar em uma equipe profissional no Timbu. Apesar disso, o técnico Márcio Goiano esboçou plena confiança e tranquilidade nos atletas que vão disputar o mata-mata da competição.

LEIA MAIS:

Técnico do Náutico cita respeito à estratégia do Atlético-AC de decidir fora

Rafael Assis credita perda de titularidade a elenco forte do Náutico

Com conversa para renovação, Márcio Goiano espera acesso com Náutico

“Eu não me preocupo porque tudo é história da vida. Em 1994, eu estava no Goiás e fui disputar a Série B e tínhamos um grupo muito jovem. Eu tinha 24 anos na época e era o jogador mais velho da equipe. Nós fomos campeões goianos e subimos o time, tanto o Goiás, quanto o Juventude. Não tenho esse receio”, disse Márcio Goiano durante entrevista coletiva.

Alguns jogadores “com pouca idade” do Náutico têm se consolidado no time titular do Timbu. Outros terão a oportunidade de atuar neste sábado (11), diante do Remo, no jogo válido pela 18ª e última rodada da fase de grupos da Série C. “Josa é o mais experiente. Luiz abraçou a oportunidade, além de Camutanga, Bryan, então isso é muito importante, ter uma equipe equilibrada. Temos um grupo com muita sintonia”, complementou.

Respeito

Além da sintonia mencionada pelo comandante alvirrubro, ele também fez questão de elogiar o respeito que os atletas têm entre si na equipe. “Tem um respeito muito grande aqui. Principalmente aqueles que estão jogando e se impondo dentro de campo, mas quem não está jogando, vem incentivando os companheiros. Eu tenho uma confiança muito grande nesse jogadores. Por serem jovens, a cobrança pesa muito, mas damos tranquilidade, fazendo com que eles tenham a alegria de jogar, e os resultados tenham acontecido”, finalizou Goiano.


FECHAR