publicidade
07/06/18
Foto: AFP
Foto: AFP

Itamaraty orienta homossexuais para evitarem gestos de afeto na Copa

07 / jun
Publicado por Tiago Morais em Copa 2018 às 17:31

O Ministério das Relações Exteriores, o Itamaraty, lançou em conjunto com o Ministério do Esporte, uma cartilha para orientar os torcedores brasileiros que forem à Copa da Rússia. Chamado de Guia Consular do Torcedor, o documento faz uma alerta especial à comunidade LGBT.

Seguindo o que recomenda as tradições e leis russas, o Guia aponta ´para que não haja demonstrações públicas de carinho no país da vodka. Beijar, trocar carinhos ou andar de mãos dadas pode ser considerado um crime no pais dos czares.

Leia Mais:

>Jogadores da seleção brasileira liberados para fazer sexo na Copa

>Presidente da Fifa diz que jogos na Copa poderão ser suspensos em caso de racismo

>Copa do Mundo 2018 sob a ameaça do grupo Estado Islâmico

“Não são comuns na Rússia manifestações intensas de afeto em público. Em particular, recomenda-se à comunidade LGBT evitar demonstrações homoafetivas em ambientes públicos, que podem ser consideradas ‘propagandas de relações sexuais não tradicionais feita a menores’ e enquadras em lei (junho de 2016) que prevê deportação”, diz o texto da página 26 do guia.


A lei propriamente escrita, está em vigor desde 2013, e proíbe manifestações LGBT e locais públicos ou onde estiver famílias reunidas e crianças. Na Rússia paradas de orgulho gay e materiais que orientem sobre relações entre pessoas do mesmo sexo estão banidos, apesar de desde 1993 não ser criminalizada a relação sexual homoafetiva, vários movimentos com cunho preconceituoso são vistos em regiões com a Chechênia, onde a maioria é mulçumana.

Arco-íris liberado na Fan Fest e estádios

Apesar da lei, as autoridades russas e o COL( Comitê Organizador Local) reiteraram que as bandeiras com as cores do arco-íris serão permitidas nos estádios e na Fan Fest, mas os diplomatas brasileiros alertam que o “o uso de bandeiras estrangeiras em praças e edifícios públicos pode ensejar a sua apreensão”.

A Embaixada Brasileira em Moscou seguirá com seu expediente normal. O Itamaraty também abrirá escritórios consulares temporários nas cidades de Kazan, Rostov-do-Don, Samara, São Petersburgo e Sochi.

BAIXE O GUIA CONSULAR DO TORCEDOR


FECHAR