publicidade
14/02/18
Fotos: AFP.
Fotos: AFP.

Neymar leva vantagem nos confrontos contra Cristiano Ronaldo

14 / fev
Publicado por Wladmir Paulino em Instant Articles às 8:11

Quando a premiação foi para as atuações individuais não teve para ninguém: Cristiano Ronaldo deixou Neymar para trás até com relativa facilidade. Mas dentro das quatro linhas a situação já é mais verde e amarela. Quando enfrentou o português, o camisa 10 do Paris Saint-Germain tem, nada menos, que o dobro das vitórias: 4×2. Foram sete confrontos entre os dois, todos quando Neymar vestia a camisa do Barcelona. Quando o assunto é gol, aí a situação muda de figura. CR7 fez quatro contra três do brasuca.

Os confrontos do próximo ano entre parisienses e madrilenhos serão os primeiros dos dois na Liga dos Campeões. Aliás, os primeiros fora do Campeonato Espanhol, palco dos sete jogos de até agora.

A história começou no dia 26 de outubro de 2013, na décima rodada do Campeonato Espanhol 2013/2014 no Camp Nou. O Barcelona venceu por 2×1, com Neymar abrindo o placar aos 19 minutos. Alexis Sanchez ampliou e James Rodríguez descontou para o Real aos 46 do segundo tempo. Em março do ano seguinte mais um clássico, agora no Santiago Bernabéu. E deu Barça novamente, por 4×3. O brilho desta vez foi de Messi, autor de três gols – Iniesta completou. Cristiano marcou um e Benzema os outros dois.

Neymar perderia seu primeiro jogo para CR7 um ano depois, em 25 de outubro de 2014, na nona rodada do Espanhol. Ele abriu o placar novamente, aos quatro minutos no Bernabéu. Ainda no primeiro tempo, o português empatou cobrando pênalti. Pepe e Benzema decretaram a virada. O Barcelona voltaria a ganhar em março de 2015, com Mathieu e Suárez fazendo os gols da vitória por 2×1. Novamente, Cristiano estava lá marcando para os blancos.

No final daquele mesmo ano, em 21 de novembro, Neymar teve sua melhor atuação enfrentando Cristiano. O Bacelona goleou por 4×0 mais uma vez na casa do Real. O camisa 10 da seleção brasileira marcou um gol e deu duas assistências. Suárez (2) e Iniesta completaram o baile. O último encontro registrou o único empate entre os dois. Por coincidência, nenhum dos dois balançou as redes. Suárez e Sergio Ramos foram os responsáveis pelo 1×1.


FECHAR