publicidade
24/06/17
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Santa Cruz empata com o Figueirense e se mantém fora do G4

24 / jun
Publicado por Karoline Albuquerque em Instant Articles às 18:26

O Santa Cruz comandado por Adriano Teixeira tinha a chance de se manter na parte de cima da tabela e afundar ainda mais o Figueirense, que antes de começar o campeonato era um dos favoritos ao acesso. Mas a equipe Coral fez um mau primeiro tempo, saiu atrás do placar e, mesmo buscando o empate, não conseguiu a virada na Arena de Pernambuco, continuando fora do G4. O gol do time caratinense foi marcado por Henan, no fim do primeiro tempo. Os empate veio com Augusto, aos 17 da etapa final.

Com o resultado, a equipe coral perdeu uma posição e pode se distanciar ainda mais do G4, já que o quarto colocado, Guarani, ainda enfrenta o Náutico em Campinas na conclusão da rodada. Já o Figueirense, se manteve na vice-lanterna da competição, com 9 pontos conquistados.

Santa Cruz inofensivo e frágil defensivamente

O Santa Cruz entrou em campo contra o Figueirense para tentar voltar ao G4 e empurrar ainda mais um possível concorrente no futuro, que iniciou a partida na Zona do Rebaixamento. Mas o Tricolor não conseguiu render o que se esperava dele. Logo na etapa inicial, o time catarinense já mostrava que não tinha um futebol condizente com a sua baixa posição na tabela. Embora não conseguisse pressionar os corais, o Alvinegro era consciente na marcação e na manutenção da posse de bola.

Ainda assim, a primeira grande jogada de perigo veio pelo lado Tricolor. Logo aos sete minutos Roberto tabelou com Ricardo Bueno e arriscou de fora da área, mas a bola passou rente a trave esquerda do goleiro Thiago. Foi a última grande chegada do Santa Cruz que, embora ocupasse mais o campo de ataque, não era efetivo e abusava dos chutes sem perigo de longe.

Quem também passou a chegar com mais eficiência ao ataque foram os visitantes. A defesa coral não vivia um bom momento e falhava muito quando era pressionada. Numa dessas, o Figueirense saiu em velocidade pelo lado esquerdo. A bola foi lançada para Robinho, livre, ser desarmado na grande saída do goleiro Júlio César, o mais seguro do sistema defensivo.

Com esse ritmo até o fim da primeira etapa, o Tricolor foi punido. No último minuto da partida, em mais uma bobeada da zaga, Henan saiu na frente de Julio Cesar, que viu mais uma vez um jogador adversário livre de marcação. Desta vez, existia o faro de artilheiro, e ele teve a tranquilidade para encobrir o arqueiro tricolor e abrir o placar aos 46 do primeiro tempo.

Três alterações e mudança de postura no Santa Cruz

O técnico Adriano Teixeira percebeu que o time do Santa Cruz não estava conseguindo criar jogadas ofensivas. Por isso, logo no intervalo, o comandante substituiu André Luís por Augusto. O início da etapa final não mostrava uma grande mudança no panorama da partida, ainda que o Tricolor buscasse quase que instintivamente atacar mais.

Foi então que Adriano decidiu arriscar ainda mais. Queimou suas duas substituições restantes e colocou João Paulo e William Barbio, para a saída de Léo Lima e Bruno Paulo. Assim, Augusto passou a atacar mais pela esquerda e Barbio era acionado no setor destro. E foi nessa configuração que o Santa Cruz conseguiu o gol de empate. Aos 17 minutos da etapa final, Augusto aproveitou desvio depois do cruzamento e cabeceou, livre de marcação, para o gol.

Houve então um hiato ofensivo do Santa Cruz. E o Figueirense passou a crescer no jogo, principalmente com a entrada de Luidy no lugar de Marco Antônio. O catarinense então parecia estar mais próximo do segundo gol, mas não soube aproveitar. Foi a vez do Tricolor mostra intensidade ofensiva, e quase virou a partida.

As duas principais jogadas vieram com William Barbio, pela direita. Na primeira, aos 38, ele chegou até a linha de fundo e chutou cruzado. Augusto dividiu com o zagueiro adversário, a bola bateu no goleiro, mas saiu. Logo em seguida, o ponta coral tabelou com Ricardo Bueno e chutou, para mais uma defesa do goleiro.

A partir daí o jogo ficou franco, e os dois times tiveram chances. Julio Cesar e Thiago Rodrigues garantiram um ponto para cada lado na partida.

FICHA DA PARTIDA – SANTA CRUZ 1 X 1 FIGUEIRENSE

Santa Cruz: Julio Cesar; Gabriel Vallés, Jaime, Bruno Silva e Roberto; Elicarlos, Thiago Primão e Léo Lima (João Paulo); André Luís (Augusto), Bruno Paulo (William Barbio) e Ricardo Bueno. Técnico: Adriano Teixeira

Figueirense: Thiago Rodrigues; Dudu, Marquinhos, Bruno Alves e Guilherme Lazaroni (Julinho); Zé Antonio, Dudu Vieira e Marco Antônio (Luidy); Jorge Henrique, Robinho e Henan. Técnico: Marcelo Cabo

Brasileirão Série B (10ª rodada). Local: Arena de Pernambuco, São Lourenço (PE). Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ). Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Emerson Augusto de Carvalho. Gols: Henan (F), aos 46 do 1T e Augusto (S), aos 17 do 2T. Amarelos: Ricardo Bueno (S), Marquinhos (F), Bruno Alves (F), Thiago Primão (S), Henan (F), Zé Antônio (F), Gabriel Vallés (S), Jaime (S), Robinho (F). Público: 9.079  Renda: 118.070,00


FECHAR