publicidade
16/08/12

Gustavo Bueno diz que novo treinador precisa trabalhar o emocional do Sport

16 / ago
Publicado por Alvaro Filho em Notícias às 0:19

Mesmo sabendo que assumiria o comando técnico do Sport de forma interina, o assistente Gustavo Bueno teve personalidade para mudar a equipe rubro-negra para o duelo contra o Botafogo. A equipe leonina teve uma melhor postura, mas não conseguiu evitar a derrota para o clube carioca, no Engenhão. Mas, ao final do jogo, na entrevista coletiva, Bueno revelou um problema do elenco rubro-negro que vai ficando exposto a cada rodada: o abalo emocional do grupo.

Para Gustavo Bueno, o Sport teve um comportamento dentro do esperado no primeiro tempo do jogo. O Leão conseguiu marcar, fechar os espaços do Botafogo e encaixar alguns contra-ataques. Faltou apenas uma melhor finalização. No entanto, ao sofrer o primeiro gol, a equipe perdeu forças e não teve condições de reagir. "A pressão da torcida, da imprensa pelos resultados é muito natural. Mas alguns jogadores estão sentindo mais. O novo treinador vai ter que trabalhar o lado emocional do grupo", disse.

O assistente técnico do Leão gostou bastante do volume de jogo que a equipe conseguiu imprimir, especialmente na primeira etapa. Para ele, faltou mais tranquilidade para finalizar as jogadas. Mesmo sabendo da situação ruim do Sport na tabela, Gustavo Bueno prega o otimismo. "Acredito que temos condições de reverter o quadro. Vamos nos organizar para lutar por uma vitória na próxima rodada, contra o Fluminense, também no Rio.

Para essa partida contra o Tricolor carioca, o Sport não vai contar com o lateral-direito Moacir, que cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Gustavo Bueno já convocou Cicinho, que havia ficado no Recife, para compor a delegação, ficando à disposição para o jogo do sábado. O atacante Henrique, que há bom tempo não atua no time titular, também foi convocado pelo treinador.


FECHAR