PANDEMIA

Samantha Schmütz volta a criticar argumento de vontade divina sobre morte de Paulo Gustavo

Samantha Schmütz volta a criticar argumento de vontade divina sobre morte de Paulo Gustavo

Samantha Schmütz (Imagem: Reprodução)

Publicado em Famosos 13/05/2021 às 3:02

Samantha Schmütz voltou a falar sobre quem coloca na vontade divina a responsabilidade sobre a morte de Paulo Gustavo, vítima da Covid-19. Após rebater Gabriela Pugliesi sobre o tema, a atriz compartilhou texto de Daniela Mercury, apontando o atraso na vacinação brasileira como responsável pelo falecimento do humorista.

LEIA TAMBÉM
> Justiça proíbe Antonia Fontenelle de citar Luciana Gimenez
> Juliette mostra antes e depois da cobertura da tatuagem: “Era uma homenagem”

“Tivemos várias oportunidades antes de ser ‘vontade de deus'”, comentou Samantha Schmütz ao compartilhar o texto de Daniela Mercury. Nele, a cantora se revolta com a morte de tantos brasileiros para uma doença contra a qual já existem vacinas. Recentemente, ela chegou a mandar indireta para Débora Secco ao fazer crítica sobre o assunto.

“Se o Paulo Gustavo tivesse vacinado não teria morrido. Se o governo federal não tivesse negado 11 vezes a compra das vacinas na fase inicial, o Paulo Gustavo estaria vacinado. Como é possível morrer de uma doença para a qual existe vacina? Não só o Paulo querido, mas também mais de 400 mil brasileiros poderiam não ter morrido”, diz um trecho do texto da cantora.

Na publicação, Daniela compartilha trecho da missa de sétimo dia o humorista, realizada na terça (11), no qual Susana Garcia fala sobre o assunto. Na legenda, ela completa: “Queremos vacina já. (…) A morte de Paulo é uma atrocidade. Ninguém deve morrer assim. (…) Você que está lendo, faça coro com a gente: queremos vacina já! Nem mais um brasileiro morto”.

Compartilhe
Publicado por
Augusto Tenório

Comentários