ESTATÍSTICA

BBB 21: O que o número de seguidores diz sobre os participantes e o púbico?

BBB 21: O que o número de seguidores diz sobre os participantes e o púbico?

Estatísticas de seguidores no Instagram dizem muito sobre o comportamento dos participantes do BBB 21 (Arte: Augusto Tenório, com base em imagem de divulgação)

Publicado em BBB 21 19/04/2021 às 6:48

Informação em estado bruto nos dá sinais da realidade, mas, quando tratada e organizada, pode nos oferecer muito mais. Não raramente, quando há uma polêmica ou frase problemática no BBB 21, usuários recorrem ao Instagram para, a partir da alta ou da queda do números de seguidores, saber como os brothers foram impactados.

Esse comportamento é comum ao público acostumado a, cada vez mais, assistir ao reality show com um olho na tela da TV e o outro — quando não os dois — na telinha do seu smartphone.

Nesse sentido, a equipe do Jornal do Commercio criou, com base nos números do Crowdtangle, um ranking interativo que mostra a quantidade de seguidores dos participantes da 21ª edição do Big brother Brasil, o BBB 21.

A partir dele, podemos acompanhar a variação semanal no número de seguidores de todos os brothers e sisters. Como diz o próprio Tiago Leifert, cada semana é um jogo e pode ser valioso entender como cada “rodada” impactou o ecossistema digital do reality.

Quais insights podemos tirar dessas estatísticas do BBB 21?

A 21ª edição do BBB 21 foi marcada, sem dúvidas, pela participação caótica de Karol Conka. Seu ponto mais baixo no programa foi na primeira semana de fevereiro, onde marcou 1,2 milhão de seguidores, em contraste com a marca 1,8 milhão que atingiu no início do programa. A queda aconteceu nos dias seguintes ao episódio da expulsão de Lucas Penteado da mesa e a fala xenofóbica contra Juliette.

Saída do “gabinete do ódio” beneficiou Pocah no BBB 21

Pocah integrava o grupo chamado pelo público de “gabinete do ódio”, formado por ela junto com Karol Conká, Nego Di, Projota e Lumena. O golpe fatal para o núcleo foi a saída da curitibana, após a do humorista, e, desde então, a funkeira voltou a crescer digitalmente.

Karol Conká deixou o programa no dia 23 de fevereiro. Pocah tinha 12,2 milhões de seguidores naquela semana e, após a saída da curitibana, retomou a curva ascendente e agora já marca 12,7 milhões.

Tretar com Juliette não faz bem para a saúde digital dos brothers

Até o momento, Juliette segue como a favorita ao prêmio de R$ 1,5 milhão do BBB 21. A paraibana não sabe, mas é um dos monstros digitais da edição. Foi de 1,4 milhão de seguidores (número dos primeiros dias de reality) a 15,4 milhões, perdendo apenas para Viih Tube em números totais.

Juliette e Fiuk, ainda no clima de amizade da primeira semana do BBB 21 (Imagem: Reprodução)

Bater de frente com essa legião de seguidores tem seu custo. Fiuk mantem um padrão ascendente no reality, mas a pedra no seu sapato é a paraibana. No final de janeiro, quando brigou com ela e fez comentários acerca da atuação profissional da advogada, o filho de Fábio Jr. foi de quase 2,5 milhões para 2,3 milhões de seguidores. Após o atrito esfriar, ele voltou a crescer.

A mesma coisa aconteceu com Gil Nogueira. A partir do final de fevereiro, a relação do pernambucano com Juliette azedou, principalmente por causa de Lumena. Ele foi de 6,8 para 6,3 milhões de seguidores e se mantém nessa média.

Briga com Karol e o ‘boom’ de Arcrebiano

Arcrebiano estava um pouco apagado digitalmente pelo seu romance com Karol Conka. Na semana da briga com a curitibana, porém, ele deu um salto no seu número de seguidores. Em sete dias (primeira semana de fevereiro), foi de 1 milhão para 4,6 milhões de seguidores.

Nas redes sociais, houve até quem celebrasse sua eliminação no dia 9 de fevereiro. Mesmo longe do programa, ele continua ganhando seguidores e está na casa dos 5 milhões.

Ser “isentão” não atrai seguidores

João Luiz atingiu seu ápice digital quando confrontou Rodolffo no jogo da discórdia sobre a fala do sertanejo sobre seu cabelo, o que foi considerado racismo por muitos. Após a saída do cantor, porém, o professor de geografia voltou à sua postura mais isenta com relação às confusões que acontecem na casa.

Some isso às críticas pontuais feitas a Juliette e João voltou a perder seguidores. Na época da confusão com Rodolffo, no dia 6 de abril, especificamente, ele ganhou mais de 700 mil seguidores, mas nos últimos dez dias perdeu 200 mil.

Compartilhe
Publicado por
Augusto Tenório

Comentários