JUSTIÇA

Ludmilla perde processo de injúria racional para Val Marchiori

Ludmilla perde processo de injúria racional para Val Marchiori

Val Marchiori foi processada por Ludmilla após falas consideradas racistas (Foto: Reprodução/Instagram)

Publicado em Notas 27/03/2021 às 10:00

Ludmilla lamentou que Val Marchiori tenha vencido o processo de injúria racional, após a socialite agredi-la com ofensas relacionadas a cor, mas os advogados da cantoram ainda podem recorrer da decisão. “Não vou desistir. E não é só por mim. Eu tenho visibilidade, tenho provas e ainda assim estou passando por isso. Imagina quem é anônimo? Não posso e não podemos desistir”, disse Lud. A assessoria de imprensa de Ludmilla classificou como “lamentável que a branquitude celebre o horror que é o racismo”.

Veja também
Pai de Lud tenta reaproximação com cantora

O caso aconteceu no Carnaval de 2016, durante o programa Bastidores do Carnaval, da RedeTV!. A empresária comparou os cabelos de Ludmilla com uma esponja de aço. Segundo a Justiça, Marchiori exerceu sua “liberdade de expressão”.

No processo, Lud pediu R$ 300 mil. A empresária, na época, disse que não havia sido racista “Realmente, não gostei de como estava o penteado e não do cabelo em si. Cada um tem o seu, a diferença é o modo como usa. (…) falei que não gostei do penteado escolhido! Que na verdade, nem era o cabelo dela, e sim uma peruca. E independente da cor da pessoa, do jeito da pessoa, ou da pessoa em si. Não gostei, achei que não ficou bom para o look e falei. Agora, pensar que isso possa representar algum tipo de inferioridade ou superioridade como algumas pessoas disseram, já é demais. A pessoa, seu caráter, sua vida, quem faz é ela própria e não seu cabelo ou peruca. Hello! Pensar dessa forma até me enoja! Não foi preconceito”, escreveu a socialite no Instagram na ocasião.

Na verdade, a cantora chegou a vencer o processo em primeira instância, em 2018, quando o juiz condenou a empresária a pagar R$ 10 mil, por danos morais. Em junho do ano passado, a Justiça novamente deu ganho para Ludmilla, condenando Marchiori a pagar R$ 30 mil. Val recorreu das duas decisões.

Compartilhe
Publicado por
Mirella Martins

Comentários