Adriana Araújo deixa a Record: “Me posicionei pela vida”

Adriana Araújo deixa a Record: “Me posicionei pela vida”

Adriana Araújo é jornalista e comandou o JR na Record TV (Imagem: Reprodução)

Publicado em Jornalismo TV 19/03/2021 às 6:48

Anunciou-se o nesta sexta-feira (19) o fim da longa caminhada de Adriana Araújo na Record TV. A jornalista esteve na emissora por 15 anos e deixa a empresa com um longo relato da sua carreira, lembrando que, antes de ser apresentadora, foi repórter. A profissional foi bastante atacada por críticas ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), considerado aliado político de Edir Macedo, dono do canal.

LEIA TAMBÉM > Marina Ruy Barbosa teria embarcado com namorado para viagem internacional

“Fui repórter do começo ao fim desse ciclo, ao persistir na defesa da notícia, da verdade. E quero me lembrar daqui a 20 ou 30 anos que, num dos momentos mais dramáticos da humanidade, me posicionei ao lado da ciência e da vida”, comentou Adriana Araújo ao anunciar sua saída da Record TV.

Ela fez um longo agradecimento aos profissionais que tanto a ajudaram na carreira, lembrando de momentos marcantes do jornalismo, como os ataques do PCC (2006), morte de Eduardo Campos (2014), rompimento da barragem de Brumadinho (2019) etc.

“Quero sempre me lembrar que à Record devo gratidão pelas oportunidades”, disse a jornalista. Ela também refletiu sobre sua atuação na área: “Lutei por preservar a dignidade profissional da qual não se pode abrir mão”

Compartilhe
Publicado por
Augusto Tenório

Comentários