CASO DE POLÍCIA

Agressores de Henri Castelli seriam amigos do então prefeito de Barra de São Miguel, diz testemunha

Agressores de Henri Castelli seriam amigos do então prefeito de Barra de São Miguel, diz testemunha

O ator Henri Castelli deixou a competição do 'Dança dos Famosos' (Foto: Reprodução/Instagram)

Publicado em Famosos 12/01/2021 às 4:44

De acordo com informações de uma suposta testemunha, os agressores de Henri Castelli seriam amigos de Zezeco, o prefeito de Barra de São Miguel (Alagoas). O episódio aconteceu no final do ano e, nessa segunda (11), o ator revelou que estava com o rosto desfigurado. O político, que também é dono do hotel onde aconteceu a briga, nega envolvimento. Seu mandato como chefe do executivo da cidade chegou ao fim neste ano.

As revelações sobre o caso foram feitas após uma conta no Instagram vazar o boletim de ocorrência. Nele, testemunhas não identificadas contam que, além de os seguranças do local não separarem a briga, o hotel teria se recusado a entregar as filmagens das câmeras.

“O pessoal era amigo do prefeito da cidade e do dono do Marina, que eles esconderam as câmeras. Se o Henri tivesse feito qualquer coisa, eles seriam os primeiros a divulgarem essas filmagens. Eles estão privando a gente disso, porque o dono da Marina é amigo dos caras e está protegendo os amigos. Fora que os seguranças não prestaram socorro, o processo civil cabe para eles também”, disse a testemunha.

A confusão com Henri Castelli

Num primeiro momento, o ator afirmou que havia se machucado treinando na academia. Mas, nessa segunda-feira (11), ao surgir nas redes com o rosto deformado, ele confirmou que foi envolvido numa briga. Ele disse que, logo após o ocorrido, mentiu para não preocupar a família.

Ainda no documento vazado, a testemunha descreve: “O dono do Marina (Zezeco) tinha pedido ao Henri para quando ele fosse lá, postasse no Instagram, para ajudar a divulgar. Na hora que a gente chegou, Henri foi lá, filmou o cantor tocando, postou e ficou mexendo no celular. De repente, o segurança do Carlinhos Maia, que estava com a gente, veio, e falou: pega o Henri, pega o Henri, e separamos a briga. Os agressores têm barco na Marina e são as pessoas mais ricas de lá. Eles estavam acompanhados do prefeito Zezeco”.

Ex-prefeito nega envolvimento

Zezeco, que no dia da agressão ainda era prefeito de Barra de São Miguel, se pronunciou sobre o assunto nas redes sociais. Em publicação no storie, ele nega envolvimento com a agressão e diz repudiar qualquer ato de violência. O político também disse que não dificulta o acesso às imagens das câmeras do local: “Nosso sistema não estava funcionando. Jamais ordenaria aos seguranças para não separarem uma briga, seja ela qual for. No momento do ocorrido, eu não estava próximo e não pude presenciar os detalhes”, disse. Confira o posicionamento na íntegra:

Compartilhe
Publicado por
Augusto Tenório

Comentários