"DOIS DE JUNHO"

Adriana Calcanhotto compõe música sobre a morte do menino Miguel; ouça

Adriana Calcanhotto compõe música sobre a morte do menino Miguel; ouça

Adriana Calcanhotto; Mirtes e Miguel - Fotos: reprodução

Publicado em Música 10/09/2020 às 5:45

Adriana Calcanhotto compôs música sobre Miguel Otávio, apresentada na live “Um Show Só”, transmitida sábado (5). A música se chama “Dois de Junho”, em referência ao dia da morte de Miguel, ao cair do 9º andar do condomínio de luxo Píer Maurício de Nassau, formado por dois espigões mais conhecidos como “torres gêmeas”, no bairro de São José, região central do Recife.

Com 5 anos de idade, Miguel deveria estar sob os cuidados de Sarí Côrte Real, então patroa da sua mãe, Mirtes Renata, que trabalhava como empregada doméstica. Sem dispensa do trabalho em plena pandemia, no momento da tragédia, Mirtes passeava com o cachorro da patroa na calçada do condomínio. No dia 1º de julho, Sarí foi indiciada por abandono de incapaz com resultado morte.

Leia a letra e ouça a música:

Dois de Junho
No país negro e racista
No coração da América Latina
Na cidade do Recife
Terça-feira, dois de junho de 2020, 29 graus Celsius, céu claro
Sai pra trabalhar a empregada, mesmo no meio da pandemia
E, por isso, ela leva pela mão Miguel, 5 anos, nome de anjo
Miguel Otávio, primeiro e único
Trinta e cinco metros de voo do nono andar
Cinquenta e nove segundos antes de sua mãe voltar
O destino de Ícaro, o sangue de preto, as asas de ar

Caso Miguel

A morte de Miguel Otávio, a dor de Mirtes Renata e de Sari Côrte Real mobilizou o país. À época, a ativista Luisa Mell, entre outros famosos, se ofereceram para prestar apoio, inclusive financeiro, a Mirtes. A hashtag #JustiçaPorMiguel reúne postagens de gente conhecida e anônima.

Mais recentemente, muitas famosas – entre elas, Glória Pires, Angélica, Mariana Ximenes e Giovanna Ewbank – vestiram camisetas com frases ditas por Mirtes Renata e tipografadas pela artista Mana Bernardes. Trata-se da campanha “Ouça Mirtes Mãe de Miguel”, feita junto com a Articulação Negra de Pernambuco, que busca justiça.

Compartilhe
Publicado por
Romero Rafael

Comentários