NOVELA ANTIGA

Marina Ruy Barbosa rebate fala de Walcyr Carrasco sobre ter desistido de raspar a cabeça em novela: “Não queria só o sensacionalismo”

Publicado em Famosos 20/08/2020 às 15:35
Marina Ruy Barbosa rebate fala de Walcyr Carrasco sobre ter desistido de raspar a cabeça em novela: “Não queria só o sensacionalismo”

Marina Ruy Barbosa como Nicole, em "Amor à Vida" - Foto: TV Globo/Divulgação

Marina Ruy Barbosa deixou a novela “Amor à Vida”, da TV Globo, em 2013, após sua personagem, Nicole, morrer devido a um câncer linfático. O percentual de cura da doença, na vida real, é em torno de 90%, no entanto, a atriz teria se recusado a raspar a cabeça – como fez Carolina Dieckmann, em 2000, numa cena tornada icônica na novela “Laços de Família”, de Manoel Carlos, também da TV Globo. A recusa de Marina é o que teria feito o autor Walcyr Carrasco matar a personagem.

À época, falou-se que Marina Ruy Barbosa não topou perder o belo cabelo ruivo devido a contratos publicitários. Mas a hipótese nunca foi confirmada. Esta semana, no entanto, em bate-papo com a Caras, Walcyr Carrasco assumiu que a morte da personagem foi mesmo por a atriz não topar raspar a cabeça. Disse, ainda, que, antes da novela, ela havia aceitado, só que verbalmente.

Com a repercussão, Marina Ruy Barbosa contestou a fala de Walcyr Carrasco em publicações no Twitter. “Depois de oito anos, ainda esse assunto. Nunca falei sobre isso, e sei que o que não faltam são histórias bem distantes da verdade. Aproveitando a fala do Walcyr, ‘desisti’ pois o que tinha sido combinado e dito pra mim sobre a história, sobre a personagem, não foi feito.”

Marina Ruy Barbosa continuou falando sobre o assunto numa sequência de tuítes. “Do lado de cá, com as informações que eu tinha, de uma coisa estava certa: como atriz, não queria só o sensacionalismo. E como menina/mulher aos 17 anos, só valeria à pena se fosse pra tratar da doença com muito respeito e atenção, e fazer uma ação social sobre câncer linfático”, publicou. E continuou: “Não foi uma decisão irresponsável, muito menos leviana. Após uma longa conversa com a direção da emissora da época, chegamos juntos a essa conclusão, de que não fazia sentido pela forma como tudo estava sendo tratado”.

LEIA TAMBÉM: Mayra Cardi e Arthur Aguiar fazem as pazes, mas influenciadora nega reconciliação

Acima de tudo, o respeito

No Twitter, Marina Ruy Barbosa também expôs o distanciamento que havia entre atores e autores em 2013. “Uma pena que, na época, não tive ‘acesso’ e não pude falar diretamente com o autor. Nunca nos falamos, nem no momento em que fui chamada pra novela, durante o trabalho ou depois de tudo. Uma pena não ter tido a chance de conversar e entender o que se passava na cabeça do Walcyr.”

“Admiro a minha coragem de questionar, de me arriscar e enfrentar tudo que aconteceu depois, mesmo há oito anos. Acho que muita coisa mudou de lá pra cá, e hoje ninguém é mais inacessível, e essas hierarquias são tratadas de uma forma bem mais saudável nos ambientes de trabalho”, continuou Marina Ruy Barbosa, encerrando o assunto com elogios ao trabalho de Walcyr Carrasco: “Possuo total respeito e admiração pelo trabalho do Walcyr, um autor que considero muito talentoso”.

Walcyr Carrasco, na entrevista para a Caras, também elogiou Marina Ruy Barbosa apesar dessa rusga de trabalho. “Fiquei chateado, mas isso não quer dizer que não considero a Marina uma boa atriz, além de muito bonita. E não quer dizer que não trabalharia com ela de novo; desde que as coisas fossem todas conversadas antes.”

Veja os tuítes de Marina Ruy Barbosa:

Compartilhe
Tags:
Publicado por
Romero Rafael

Comentários