REPERCUTIU

Marília Mendonça é acusada de transfobia após comentário em live

Marília Mendonça é acusada de transfobia após comentário em live

A cantora Marília Mendonça (Foto: Reprodução/Twitter)

Publicado em Famosos 10/08/2020 às 7:40

Comemorando os seus 5 anos de carreira na música, a cantora Marília Mendonça realizou uma live no último sábado, 8. Contudo, já no dia seguinte o nome da cantora foi associado a uma polêmica que aconteceu durante a transmissão. Nas redes sociais, a sertaneja era acusada de transfobia e teve seu nome um dos mais comentados no Twitter.

LEIA TAMBÉM: Debate em torno da paternidade de Thammy contribuiu para alta nas ações, diz presidente da marca

O motivo teria sido a artista rir de um amigo, que supostamente ficou com uma mulher transexual. O diálogo poderia ter passado despercebido, mas a modelo trans Bruna Andrade publicou um desabafo em seu Instagram. Na live em questão, Marília Mendonça relembrou de uma famosa boate LGBTQIA+ em Goiânia – que já fechou.

A cantora citou na live que um integrante da banda teria se relacionado com uma mulher de lá. Ao citar a tal boate, todos começaram a rir de imediato. “Quem é de Goiânia lembra da boate Disel que tinha aqui. Não vou falar quem e o porquê. Vou ficar calada. Quem lembra da boate Disel lembra. Ele disse que foi lá que beijou a mulher mais bonita da vida dele. É só isso, gente. O contexto vocês não vão saber”, disse Marília Mendonça.

Trans não é piada

A modelo Bruna afirmou em vídeo que sentiu-se ofendida como fã, e apontou a fala como transfóbica. “A minha primeira pergunta é: qual é a graça de existir uma boate voltada para o público LGBTQIA+?”, questionou.

“Quando um cara se relaciona com uma mina cis é lindo. Quando o cara se relaciona com uma mina trans é chacota, piada, vergonha”, continuou Bruna. A nível de explicação, cis é uma abreviação para cisgênero. O termo se refere a pessoas que se sentem confortáveis com seu sexo biológico. Já pessoas trans – de transsexuais – são pessoas que se identificam com outro gênero ao que lhes foi atribuído.

LEIA TAMBÉM: O que significa cada letra da sigla LGBTQIA+

Para Bruna, essa situação mostra “explicitamente como a transfobia age”; já que parece ser motivo de piada pessoas se relacionarem com pessoas trans, afetivo ou sexualmente. “Nem sempre a transfobia é violenta, aparente. Às vezes é muito sutil. Muita gente viu o vídeo e não achou nada demais”, pontuou a modelo.

LEIA TAMBÉM: Marília Mendonça se manifesta e pede desculpas por fala transfóbica

Compartilhe
Comentários