CACHÊ

“Fiz por dinheiro, eu vivia de favor”, revela Adriane Galisteu sobre ensaio nu para Playboy

Publicado em Famosos 5/08/2020 às 10:08
“Fiz por dinheiro, eu vivia de favor”, revela Adriane Galisteu sobre ensaio nu para Playboy

Adriane Galisteu - Foto: reprodução

Com mais de 1 milhão de exemplares vendidos, a edição de aniversário da ‘Playboy’ com Adriane Galisteu foi um sucesso. O ensaio nu aconteceu na Grécia, em agosto de 1995. Na época, a apresentadora ficou conhecida como a namorada de Ayrton Senna 15 meses após o falecimento do piloto. Hoje, mais de 25 anos depois, a loira abre o jogo sobre as fotografias.

LEIA TAMBÉM: Ator Sergio Marone publica foto nu e agita as redes sociais

Em live com o canal Clube da VIP, no Youtube, Adriane Galisteu falou deu sua justificativa para o ensaio: dinheiro. No caso da Playboy, ela recebeu meio milhão de dólares.

“Nunca escondi que fiz por dinheiro. Eu vivia de favor na época que surgiu o convite. Eu estava num momento muito difícil, não só pela morte do Ayrton. Não sabia o que ia acontecer comigo”, conta. Adriane Galisteu revela que tinha um irmão doente na época, que acabou falecendo em decorrência da Aids. “Me apeguei nas mulheres, todas poderosas, que já tinham feito”, declarou.

Capa da Playboy, nos anos 90, com Adriane Galisteu (Foto: Reprodução/Twitter)

O ensaio nu teve uma equipe escolhida a dedo por Adriane Galisteu, que considera que aquele foi um marco na sua vida. Tanto pessoal quanto profissionalmente, o cachê lhe deu uma estabilidade financeira. Ao todo, foram 10 dias de trabalho na Grécia, lugar até então inédito a ser trabalhado pela Playboy. Com mais de 10 mil cliques, 200 fotos foram selecionadas.

LEIA TAMBÉM: “Deveria ter sido modelo”, desabafa Bruno Mars sobre frustração na música

O sucesso da edição, explica Adriane Galisteu, se deu por conta da famosa foto da depilação. “Até hoje acho que só vendeu tanto por causa do bafafá criado por essa foto. Virou até matéria do ‘Fantástico’ na época”, relembra.

Compartilhe
Comentários