POLÍTICA

Kanye West afirma que irá se candidatar à presidência dos Estados Unidos e critica Trump: “Bagunça”

Kanye West afirma que irá se candidatar à presidência dos Estados Unidos e critica Trump: “Bagunça”

Kanye West (Foto: Instagram)

Publicado em Famosos 8/07/2020 às 12:32

Conhecido pelo seu trabalho da música, moda e empreendedorismo, Kanye West agora tenta a carreira política. O marido de Kim Kardashian anunciou na sua conta oficial do Twitter que será candidato à presidência dos EUA. A notícia foi divulgada no sábado, 4.

LEIA TAMBÉM: Kanye West doa US$ 2 milhões a famílias negras vítimas de violência e paga estudos da filha de George Floyd

“Devemos agora cumprir a promessa da América confiando em Deus, unindo visões e construindo nosso futuro. Eu estarei concorrendo para presidente dos Estados Unidos”, declarou Kanye West. Entre os comentários, o magnata Elon Musk declarou seu apoio ao rapper.

Em entrevista à revista Forbes, Kanye West detalhou mais sobre os seus planos caso seja eleito em 2020. Ele disse que irá se inspirar no filme Pantera Negra, de 2018, e na cidade em que se passa a trama, Wakanda. “É a melhor explicação de como nosso grupo de designers vai se sentir na Casa Branca”, declarou.

LEIA TAMBÉM: Kanye West se distancia de Donald Trump: “Fui usado”

No longa, Wakanda é uma cidade com alta tecnologia e extremamente futurista. Lá, existem diversos povos negros que valorizam sua cultura e seus antepassados. A ciência e o conhecimento são altamente valorizados. “Apenas a quantidade de inovação que pode acontecer, a quantidade de inovação na medicina (…). Vamos trabalhar, inovar, juntos”, prometeu.

Em relação ao atual presidente dos EUA, Donald Trump, Kanye West se mostrou contra a figura política. Até um meses atrás, o cantor era um dos apoiadores do empresário e se reunia constantemente com ele. Mas parece que isso mudou. “Parece uma grande bagunça para mim”, opinou o rapper. Agora, ele se diz não mais um apoiador do governo. O foco, segundo ele, é em “proteger a América, primeiro, com nossos grandes militares”.

Compartilhe
Comentários