EXCLUÍDO

Clássico do cinema é retirado de plataforma de streaming após protestos contra o racismo

Clássico do cinema é retirado de plataforma de streaming após protestos contra o racismo
Publicado em Notas 10/06/2020 às 1:15

O filme “E o vento levou” (1939), que tem a  Guerra Civil americana como pano de fundo, foi retirado da HBO Max, nesta terça-feira (9). A plataforma de streaming excluiu a película, uma das maiores bilheterias de todos os tempos, no momento em que grandes protestos contra o racismo e a violência policial contra negros levam os canais de TV e plataformas a revisarem seus conteúdos. O longa mostra escravizados conformados e proprietários de escravos heróis.

Vencedor de oito estatuetas do Oscar, uma delas para a atriz Hattie McDaniel, a primeira negra da história a ganhar um Oscar, em 1940, “‘E o vento levou’ é um produto de seu tempo e contém alguns dos preconceitos étnicos e raciais que, infelizmente, têm sido comuns na sociedade americana”, afirmou um porta-voz da HBO Max em comunicado enviado à AFP. “Estas representações racistas estavam erradas na época e estão erradas hoje, e sentimos que manter este título disponível sem uma explicação e uma denúncia dessas representações seria irresponsável”, completou.

O autor de outro filme premiado, “12 Anos de escravidão”, John Ridley, escreveu em um artigo publicado no jornal” Los Angeles Times” na segunda-feira que “‘E o vento levou’ deveria ser retirado porque “não fica apenas aquém da representação, mas ignora os horrores da escravidão e perpetua alguns dos estereótipos mais dolorosos das pessoas de cor”.

Leia também:
Modelo expõe racismo na moda e cita a estilista Glória Coelho: “sempre foi extremamente preconceituosa”
Racismo na moda: a modelo Diara Rosa conta que o estilista Reinaldo Lourenço “apontava para as meninas pretas e as tirava do casting”
Ícaro Silva comenta sobre racismo no movimento gay: “Parem de achar que a gente é o ‘negão’”

Compartilhe
Publicado por
Anneliese Pires

Comentários