ATIVISMO

Luísa Mell se revolta com fala do ministro do meio ambiente, Ricardo Salles: “Tragédia”

Luísa Mell se revolta com fala do ministro do meio ambiente, Ricardo Salles: “Tragédia”

Luísa Mell criticou o ministro do meio ambiente Ricardo Salles (Foto: Reprodução/Instagram)

Publicado em Famosos Política 23/05/2020 às 2:53

Defensora ativa do meio ambiente e dos animais, Luísa Mell não ficou calada após o vazamento do vídeo envolvendo Ricardo Salles. O ministro do meio ambiente surgiu em um vídeo liberado pelo Supremo Tribunal Federal na sexa, 22, e se envolveu em falas polêmicas.

LEIA TAMBÉM:Após vídeo de reunião ministerial, Datena protesta ao vivo: “Não quero mais entrevistar o presidente”

Na gravação, Ricardo Salles recomenda aproveitar o foco da imprensa no novo coronavírus para “passar a boiada”. Assim, seria mais fácil aprovar as novas normas ambientais.

No Instagram, Luísa Mell se pronunciou contra e reiterou suas críticas ao ministro. “Há um ano, quando comecei a denunciar a política ambiental de Salles, fui xingada por muitos“, iniciou. Ela ainda admite que se exaltou algumas vezes, mas questionou: “Como me acalmar perante o risco iminente em que ele nos coloca?”

“A falta de escrúpulos chega ao ponto e aproveitar uma pandemia mundial e a morte de milhares (…) para roubar nossa Amazônia? Aproveitou que a população está lutando para sobreviver para aprovar regras que favorecem grandes empresários”.

LEIA TAMBÉM: Luisa Mell detona Latino após cantor anunciar sorteio de cão: “Eles não são coisas”

Luísa Mell ainda relembrou os índices de desmatamento nos últimos anos, que bateu o recorde nos tempos de pandemia. “E isso é plano de governo!”, continuou. “Seguimos rumo a uma tragédia ambiental. As queimadas ano passado deixaram nosso céu preto. O dia virou noite. E foi só um aviso do que vem por aí. Temos que pará-lo, antes que seja tarde demais”.

A ativista ainda endossou sua publicação com uma hashtag #forasalles. O post no Instagram de Luísa Mell já conta com mais de 2 mil comentários e 231 mil visualizações.

Compartilhe
Comentários