CRÍTICAS

Lima Duarte revela convite para política e comenta sobre Regina Duarte: “Me lembrou a Chapeuzinho Vermelho”

Lima Duarte revela convite para política e comenta sobre Regina Duarte: “Me lembrou a Chapeuzinho Vermelho”

Lima Duarte está prestes a completar 90 anos (Foto: Reprodução/TV Globo)

Publicado em Famosos 22/05/2020 às 11:29

Participando da Conversa com Bial na madrugada desta sexta, 22, Lima Duarte não escondeu suas opiniões políticas na televisão. O ator chegou a revelar que recebeu um convite para integrar na política brasileira, ainda nos anos 80.

LEIA TAMBÉM: Aos 90 anos, Lima Duarte diz que não está pronto para parar e fala sobre Regina Duarte

Na época, Lima Duarte ainda gravava para a novela ‘O Salvador da Pátria’, em 1989. “Me levaram para São Paulo, para me encontrar com o Mário Covas na casa dele”, contou a Pedro Bial. “Quem dirigiu o carro, um Chevrolet Opala, do aeroporto até a casa do Covas foi o Fernando Henrique Cardoso”.

“Me disseram que o candidato perfeito para ser vice do Mário Covas e concorrer à Presidência era eu; ou melhor, o Sassá Mutema, o meu personagem da novela. Eles já tinham articulado tudo”.

Lima Duarte contou ainda que Maitê Proença, também atriz, o incentivou a participar da campanha. “De repente, o homem morre do coração e você vira presidente”, brincou a colega de profissão.

Nunca vi nenhum ator, ou atriz, entrar para a política e dar certo”, continuou Lima Duarte, se referindo claramente a Regina Duarte. A ex-global deixou o cargo de secretária especial de cultura do governo Bolsonaro essa semana.

Governo atual

Citando diretamente os dois meses que duraram o cargo de Regina Duarte na pasta, Lima Duarte teceu diversas críticas.

“Regina caiu quando entrou. Me lembrou a história da Chapeuzinho Vermelho. A Chapeuzinho perdida encontrou com o lobo, se abraçaram, vamos casar, não casou, vamos casar, casou. Eu estava apenas esperando o resultado do casamento, e ele jantou ela.”

LEIA TAMBÉM: “Meu ouvido não é penico”, dispara jornalista Carla Vilhena sobre Lula e Bolsonaro

Lima Duarte ainda continuou, afirmando que as chamadas “barbaridades” não o assustam mais. “Tomar Tubaína? O que é isso, hein? Não dá mais para pensar sobre isso”, disparou, em referência à fala de Bolsonaro. Em uma live, o presidente da República alegou que as pessoas de direita tomariam cloroquina contra o coronavírus. As de esquerda, por sua vez, “tubaína”.

Compartilhe
Comentários