CINEMA

Heath Ledger negou discurso de abertura do Oscar porque texto apresentava piadas homofóbicas

Publicado em Cinema Famosos Notas 7/04/2020 às 16:48
Heath Ledger negou discurso de abertura do Oscar porque texto apresentava piadas homofóbicas

O ator australiano Heath Ledger. Foto: Reprodução/Internet

Heath Ledger, imortalizado como Coringa em Batman – O Cavaleiro das Trevas, teria completado 41 anos no último dia 4 de abril se não tivesse falecido em 2008 após uma alta dose de comprimidos. Em sua homenagem, o ator Jake Gyllenhaal, que contracenou com Ledger no longa O Segredo de Brokeback Mountain, falou sobre a vez que o artista negou o discurso de abertura do Oscar 2006 pelo texto apresentar piadas homofóbicas.

“Me lembro de que a Academia queria um discurso de abertura que brincasse com a temática do filme, e Heath recusou”, disse Gyllenhaal à revista Another Man. “Na época, eu tinha topado porque achava que era só uma piada. Heath retrucou dizendo ‘Não é uma piada para mim. Não quero fazer nenhuma piada com isso’”, garantiu Jake, afirmando ainda que Heath fazia questão de barrar qualquer piada homofóbica no set de filmagens.

LEIA MAIS > Após divulgação de cenas de sexo explícito, figurante de ‘Soltos em Floripa’ dispara: “Produção jurou que não teria”

Em O Segredo de Brokeback Mountain (2005), Jake e Ledger protagonizam um romance proibido entre dois cowboys. O longa concorreu em oito categorias do Oscar 2006 e levou para casa três prêmios: Melhor Trilha Sonora, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Direção.

Compartilhe
Publicado por
Igor Guaraná

Comentários