PÁSCOA

Celebrações da Semana Santa serão feitas pela internet. Veja a programação:

Publicado em Notas 6/04/2020 às 7:58
Celebrações da Semana Santa serão feitas pela internet. Veja a programação:

Benção de Dom Fernando Saburido


Este ano, fiéis católicos do mundo inteiro viverão a Semana Santa de forma atípica: de suas casas, pelos meios de comunicação, por conta do isolamento social imposto pela pandemia do coronavírus. Dentro das igrejas, as celebrações reunirão o mínimo de pessoas possível – apenas as equipes de liturgia e de comunicação, para o serviço no altar e para as transmissões ao vivo, respectivamente.

Na Arquidiocese de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido preside todas as celebrações do período na Catedral do Santíssimo Salvador, em Olinda, exceto a missa e bênção dos Santos Óleos, que foi adiada por precisar reunir todo o clero. “É uma missa bonita, quando os mais de duzentos padres da Arquidiocese renovam seus compromissos sacerdotais diante de Deus e do bispo, mas que será celebrada em momento mais adiante, por conta das recomendações de não promover a aglomeração de pessoas”, explicou o arcebispo. “Nesse caso, a internet não seria um recurso para os padres porque é nessa celebração que eles recebem os óleos que serão usados, em suas paróquias, para ministrar os sacramentos do Batismo, Crisma e Unção dos Enfermos”.

O arcebispo preside as demais celebrações da Semana Santa na Catedral, a portas fechadas. Dom Fernando acredita que os fiéis católicos participarão de suas casas como se estivessem dentro da catedral, com respeito, amor e fé. “É difícil, eu sei, mas tudo isso vai passar e deixar nossa fé ainda mais fortalecida”, comentou. “Estaremos juntos em oração, desde o Domingo de Ramos até o Domingo da Páscoa”, pela Rádio Olinda e pela Internet. 

Veja a programação:

CATEDRAL – OLINDA

DIA 9 – Dom Fernando preside a celebração da Quinta-feira Santa, às 17h, com o rito do Lava-pés. Lembra a humildade de Jesus, que lavou os pés dos doze apóstolos. A atitude significa que Jesus veio para servir, e não para ser servido.

DIA 10 – Na Sexta-feira da Paixão, dom Fernando preside a liturgia da Paixão e Morte de Jesus, às 15h. Faz-se memória do sofrimento e da morte de Jesus, com adoração da cruz. Não é uma missa, porque não há Eucaristia. Ao final da liturgia, a imagem do Senhor Morto sai, solitária, em carro aberto (não haverá procissão de fiéis em obediência às orientações dos órgãos de saúde).

DIA 11 – No Sábado de Aleluia, o arcebispo preside, às 20h, a Vigília Pascal. A celebração começa à luz de velas. Uma série de leituras mostra a grandeza de Deus, desde a criação do mundo até o nascimento, morte e ressurreição de Jesus, quando as luzes da catedral serão acesas.

DIA 12 – No Domingo de Páscoa, dom Fernando preside a Missa de Páscoa, às 9h. É o congraçamento da ressureição de Jesus, na qual está baseada a fé dos cristãos católicos.

Compartilhe
Publicado por
Anneliese Pires

Comentários