JUSTIÇA

Escritora e ex-namorada de Ayrton Senna contestam autoria de livro sobre relacionamento do piloto

Escritora e ex-namorada de Ayrton Senna contestam autoria de livro sobre relacionamento do piloto

Ayrton Senna e Adriane Yamin nos anos 80. Foto: Aquivo Pessoal/ IG Esportes

Publicado em Esportes Famosos Notas 20/03/2020 às 4:17

A jornalista Malu Magalhães está sendo processada por Adriane Yamin, ex-namorada do piloto Ayrton Senna, por injúria, calúnia e difamação após a profissional contestar a autoria do livro Minha Garota, biografia do antigo casal lançada no final do ano passado.

Por outro lado, Magalhães, que conseguiu perante os tribunais a retirada de todos os exemplares em circulação, acusa Adriane de plágio, garantindo ser a verdadeira autora da obra. “Assinei um contrato registrado em cartório em 2018 como ghost writer, ou seja, o meu nome não apareceria na biografia, mas a autora sou eu. Eu comprovei isso pegando os meus rascunhos e comparando com a edição final. Se não fosse isso, qual o motivo da obra ter sido retirada das vendas?”, questionou.

Adriane, por sua vez, afirma ter reincidido o contrato com Malu. “Eu sou a autora e essa senhora irá responder por calúnia injúria e difamação em ações cível e criminal. Ela não pode sequer citar o meu nome publicamente”, explicou. De acordo com informações da colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, o desentendimento começou por causa de R$ 15 mil.

LEIA MAIS > “Tenho saudades do meu casamento com Marília”, revela Reynaldo Gianecchini

Segundo Magalhães, elas fecharam um acordo de R$ 25 mil, que seriam divididos em cinco parcelas. “Eu só recebi R$ 10 mil, porque ela rescindiu o contrato com a desculpa de que entreguei o trabalho fora de prazo e não tão bom”, contou Malu, que, até o momento, não tinha entrado na Justiça para resolver o caso, mas foi surpreendida pela intimação de Yamin.

“Ela querer resolver na Justiça não é um problema, porque eu tenho provas de que eu sou a autora do livro. A questão agora é a campanha que ela tem feito para me desmoralizar, divulgando até os meus dados pessoais nas redes sociais. E aí eu posso fazer uma biografia não autorizada. Eu tenho material com outras questões mais sérias e Adriane tem conhecimento disso. O medo dela está aí”, concluiu a jornalista.

Compartilhe
Publicado por
Igor Guaraná

Comentários