OPINIÃO

Pedro Scooby diz que coronavírus só recebeu atenção porque “mexe no bolso do rico”

Pedro Scooby diz que coronavírus só recebeu atenção porque “mexe no bolso do rico”

“Galera, aproveitem ao máximo a vida de vocês. De uma hora para outra a vida pode acabar'', disse o surfista

Publicado em Famosos 16/03/2020 às 12:47

Ao contrário de muitas celebs, Pedro Scooby não parece estar assustado com o novo coronavírus. Pelo contrário, o surfista compartilhou um clique de máscara e comentou no Stories sobre o que pensa da pandemia.

LEIA TAMBÉM: Coronavírus: Globo cancela gravações de ‘Amor de Mãe’ e novela sairá do ar

A recomendação da Organização Mundial da Saúde é de não sair de casa, para evitar o contágio do coronavírus. Porém o clique mostra Pedro Scooby em um local aparentemente público.

“A fome no mundo mata mais que o coronavírus e nunca vi ninguém fazendo toda essa movimentação mundial”, disse nos Stories. “A guerra do tráfico no Rio de Janeiro mata mais que a guerra da Síria e nunca vi essa mobilização”.

Segundo o ex-marido de Luana Piovani, o coronavírus só está recebendo muita atenção porque atinge todas as classes sociais. Para ele, a população passou anos sem educação e saúde, então não será agora que entenderão as recomendações.

“Sabe o que está acontecendo no Rio de Janeiro? A praia está lotada”, descreveu, citando outros lugares como restaurantes e bares. O surfista, no entanto, entende a importância da mobilização, mas critica.

“As pessoas só deram importância para o coronavírus porque está afetando todos. Mexe no bolso do rico que você vai ver o problema tendo a devida atenção”. Pedro Scooby ainda fez um apelo para os fãs se prevenirem do coronavírus. “Tomara que isso abra a cabeça das pessoas para dar atenção para todos os problemas (…).

“Não é que eu ache que não tem que cuidar do coronavírus. Tem que cuidar muito. Cuidem-se bastante, façam o que puder para tornar isso menos doloroso possível. Diante de todo esse problema tem muita gente enriquecendo com isso, tirando proveito do sofrimento dos outros”.

Compartilhe
Comentários