BREGAFUNK

Recifense em primeiro lugar no ranking das mais tocadas do Spotify, durante o Carnaval

Publicado em Notas 28/02/2020 às 9:12
Recifense em primeiro lugar no ranking das mais tocadas do Spotify, durante o Carnaval

O bregafunk pernambucano dominou as paradas de sucesso neste Carnaval. E também a plataforma de streaming Spotify. Entre as dez mais escutadas no período da folia, três são do gênero. A primeiríssima colocada no ranking é “Tudo OK”, hit de Thiaguinho MT, Mila e do recifense JS Mão de Ouro, sendo a canção mais escutada do país e em algumas capitais, como Fortaleza, Salvador, Manaus, Belo Horizonte, Curitiba e Rio de Janeiro.

Outra música do repertório de JS Mão de Ouro, “Sentadão” (com Pedro Sampaio e Felipe Original), foi o terceiro hit mais tocado do Brasil, pegando primeiro lugar no Recife.O terceiro brega-funk a configurar nas listas de mais escutado e que chegou à sétima posição em todo o território nacional foi Surtada, de Dadá Boladão, OIK e Tati Zaqui.

No ranking geral, o segundo lugar foi para a música Liberdade Provisória, de Henrique e Juliano, que ainda chegou ao topo em Brasília, Goiânia e São Paulo. Além do crescimento e ascensão do brega-funk nacionalmente, o Spotify mostra outras curiosidades importantes: chegou a um milhão o número de playlists já criadas para curtir o Carnaval e a folia no Spotify, sendo mais de 90 mil apenas em 2020.

Confira as músicasmais ouvidas do Brasil no Carnaval no Spotify (21/02 a 25/02) 

1. Tudo Ok – JS o Mão de Ouro, Mila, Thiaguinho MT

2. Liberdade Provisória – Ao Vivo – Henrique & Juliano

3. SENTADÃO – Felipe Original, JS o Mão de Ouro, Pedro Sampaio

4. Vem Me Satisfazer – DJ Henrique da VK, MC Ingryd

5. Combatchy (feat. MC Rebecca) – Anitta, Lexa, Luísa Sonza, Mc Rebecca

6. A Gente Fez Amor – Ao Vivo – Gusttavo Lima

7. Surtada – Remix Brega Funk – Dadá Boladão, OIK, Tati Zaqui

8. Graveto – Ao Vivo – Marília Mendonça

9. S de Saudade – Luíza & Maurílio, Zé Neto & Cristiano

10. Rave de Favela – Anitta, MC Lan, Major Lazerção.

Compartilhe
Publicado por
Anneliese Pires

Comentários