BAILE

Carnaval 2020: Bal Masque fez festa com mistura de axé e frevo

Carnaval 2020: Bal Masque fez festa com mistura de axé e frevo
Publicado em Notas 9/02/2020 às 3:10


O 72º Bal Maque reuniu os foliões que não dispensam usar fantasias e não abrem mão de um bom baile carnavalesco, sábado (8). Com ingressos esgotados, o salão do Clube Internacional ficou lotado. Como acontece todos anos, pouquíssimas pessoas chegaram cedo para prestigiar o tradicional concurso de fantasias. Mas foi quando Spok surgiu ao palco, já por volta da 0h, que a casa encheu. Não só na área interna, como na área externa também, os diretores do baile era só felicidade com o sucesso do evento, como não acontecia nos últimos anos. 

Com a não realização do Siri na Lata, I Love Cafusu e Baile dos Artistas, o Bal Masque ganhou, superando o público das últimas edições. Pela primeira vez a festa contou com ambiente climatizado e ganhou decor inspirada na temática desta edição, Hawai. 

A Orquestra Raízes e Spok Frevo Orquestra abriram a programação musical. Os dois shows foram dedicados aos amantes do frevo. Não faltaram sucessos do tradicional ritmo momesco, fazendo todo mundo caindo no frevo e cantando em coro hinos da nossa folia, como os dos blocos Elefantes de Olinda e Pitombeira dos 4 Cantos. O show de Spok ainda contou com participação da cantora Bia Villa Chan.

Por volta da 1h da manhã, a cantora Mari Antunes, do Babado Novo, anunciou o início do show. A baiana subiu ao palco com look havaiano e relembrou os grandes sucessos da banda de axé. Ela ainda apresentou os seus novos sucessos, como o hit “Quem Bota é Ela”. E encerrando a festa, 3h da manhã, É o Tchan subiu ao palco. O grupo relembrou mais de 20 sucessos da carreira banda, como “Segure o Tchan”, “Dança da Cordinha”, “Ralando o Tchan”, entre outros sucessos que marcaram muitas gerações entre os anos de 1990 e 2000. 

Compartilhe
Publicado por
Anneliese Pires

Comentários