CRÍTICAS

Pedro Bial comenta sobre documentário ‘Democracia em Vertigem’, indicado ao Oscar: “Insuportável”

Pedro Bial comenta sobre documentário ‘Democracia em Vertigem’, indicado ao Oscar: “Insuportável”

O jornalista Pedro Bial (Foto: Reprodução/Internet/TV Globo)

Publicado em Cinema Famosos 4/02/2020 às 9:13

Seja polêmico contando a história ou inventando mentiras, como muitos dizem, ‘Democracia em Vertigem’ causa impacto por onde passa. O documentário, produzido pela Netflix e dirigido por Petra Costa, é um dos indicados ao Oscar; mas muita gente parece não concordar com isso.

LEIA MAIS: Oscar 2020: Para quais filmes e atores você dá a estatueta?

Em entrevista à Rádio Gaúcha, Pedro Bial, da Rede Globo, descreveu a produção como “insuportável”. Para entender melhor, o documentário narra sobre as mudanças políticas no pais – desde o impeachmeant de Dilma Rouseff até a prisão de Lula.

“Eu dei muita risada. É um ‘non sequitur’ atrás do outro”, afirmou Pedro Bial. A expressão em latim significa um raciocínio que conclui algo que não tem a ver com as premissas.

O jornalista ainda alegou que os fatos narrados em ‘Democracia em Vertigem’ não condizem com a realidade. “[O filme] vai contando as coisas num pé com bunda danado”.

As críticas não foram direcionadas apenas ao documentário em si, mas sim dos critérios de Petra Costa, a diretora. “Fica choramingando o filme inteiro”, opina, já que ela também é a narradora da produção.

“É um filme de uma menina dizendo para a mamãe dela que fez tudo direitinho, que ela está ali cumprindo as ordens e a inspiração de mamãe. Somos da esquerda, somos bons, não fizemos nada, não temos que fazer autocrítica”, continuou.

Pedro Bial cita a mãe de Petra Costa porque no documentário ela aborda sobre a resistência à ditadura militar. Ele ainda caracteriza como uma “ficção alucinante“, “maniqueísmo” e “mentira“. No entanto, para não ficar apenas nas críticas, ele classifica ‘Democracia em Vertigem’ como “uma história bem contada”.

Compartilhe
Comentários