NORONHA

Réveillon da Pousada Zé Maria

Réveillon da Pousada Zé Maria

Réveillon em Noronha trouxe celebs

Publicado em Notas Réveillon 1/01/2020 às 2:40

Original de Noronha. Esse foi o tema da tradicional festa de Réveillon da Pousada Zé Maria, em Fernando de Noronha, que atraiu cerca de duas mil pessoas. “Vocês são muito bem-vindos aqui”, disse o anfitrião, que não escondia a alegria em receber os convidados.

LEIA MAIS: O que esperar de 2020?

Eu amo fazer isso, por isso que a gente faz há tantos anos e com essa imensidão de felicidade que vocês trazem pra cá e dividem com a gente”, confessou Zé Maria”.

A festa, que começou às 8 da noite e foi até o sol raiar, reuniu gente de todas as idades – de crianças a idosos – e atraiu moradores, turistas e famosos, como o cantor Seu Jorge, o chef de cozinha e jurado do MasterChef, Henrique Fogaça e os atores Paulinho Vilhena, Guilherme Leicam e Marcello Melo Jr., que repetiu a dose do ano passado e rompeu o ano pela segunda vez em Noronha.

“É meu segundo réveillon em Zé Maria. O que eu acho maravilhoso é que todo mundo aqui está numa mesma energia de positividade e de amor” disse o artista.

Já o ator Guilherme Leicam estreou este ano no Réveillon de Zé Maria. “É minha primeira vez em Noronha. Quando eu falava aos amigos que estava vindo pra cá, todos perguntavam se eu viria para o Zé Maria. Aí eu pensei, ‘vou ter que ir porque todo mundo fala bem”, disse Guilherme.

E completou: “Eu não gosto de lugares cheios, mas aqui a gente se sente em casa e é legal quando você se sente pertencendo a um lugar como esse. O Zé (Maria) é uma figura, um personagem vivo, real, que transmite alegria só em querer unir as pessoas para comemorar”, concluiu.

O jogador da seleção brasileira, Daniel Alves – um dos patrocinadores do evento – afirmou que Noronha é um lugar especial. “Essa ilha tem uma energia diferente e é isso que a gente quer resgatar no nosso réveillon de raiz”, disse ele. “Independentemente da classe social, gente queria que todo mundo sentisse a ‘vibe’”, completou.

Dois palcos foram montados para a festa e os convidados se dividiram e revezaram nos dois espaços. No palco principal, se apresentaram o cantor e compositor americano Zeeba – parceiro do DJ Alok – além do DJ e produtor holandês, Sam Feldt.

Já no palco menor, o repertório foi eclético, do rock ao funk, passando pelo axé e pela pop music. Foi nesse espaço também que aconteceu a famosa distribuição de calcinhas.

Ao som do sucesso de Fausto Fawcett – que ficou muito conhecida na voz de Fernanda Abreu – as pessoas disputaram as concorridas calcinhas com o rosto do Zé Maria estampado nelas. A brincadeira começou há 13 anos e já virou tradição no réveillon da pousada.

Ainda se apresentaram na festa os DJ’s Sardinha, Marcinho, Momm, ACM e Nadja Cabral, além do cantor K-Bel, o percussionista Paulo Campos e o Saxofonista Rodrigo Sha.

Se propondo voltar às origens, a decoração, assinada mais uma vez por Eider Santos, trouxe raizes como tema, fazendo referência ao que chamamos de “festa raiz”.

A uma só voz, os convidados saudaram o ano novo na famosa – e diferente – contagem “progressiva” de um a oito do Zé Maria – sim, para o anfitrião, o número 8 tem significado especial e o lema é sempre progredir e nunca o contrário.

Diferente da maioria dos réveillons comemorados mundo afora, em Noronha, por uma questão de preservação ambiental, não há mais a tradicional queima de fogos.

Ao invés disso, um espetáculo de jogo de luzes anuncia a chegada do ano novo. A expectativa, agora, é com a tradicional galinhada, no dia 2 de janeiro, que encerra as festividades do Réveillon do Zé Maria.

Compartilhe
Comentários