EITA!

DJ Polyvox entra na Justiça contra Anitta por apropriação intelectual; entenda

DJ Polyvox entra na Justiça contra Anitta por apropriação intelectual; entenda

Anitta vs Dj Polyvox

Publicado em Famosos 26/12/2019 às 9:34

Parece que o caso ficou sério. Anitta será acionada na Justiça após receber um processo do DJ Polyvox, que deu entrada na última segunda, 25. Ele é o criador da batida 150 BPM e da popularização do movimento no funk; e denuncia apropriação intelectual por parte da cantora.

LEIA MAIS: Camila Pitanga vence processo contra ‘Playboy’ por uso indevido de imagem

Tudo isso aconteceu devido a parceira de Anitta com a Ambev, dando o surgimento à Skol Beats 150 BPM. O DJ Polyvox divulgou em seu Instagram uma carta aberta, detalhando o processo que moveu contra a empresa e a funkeira.

“O caso é que a Anitta e a Ambev criaram um produto novo com o nome do ritmo”, explicou. “Não assinei contrato nenhum não autorizei nada”. Polyvox ainda contou sobre o processo que moveu contra o produtor Kondzilla.

A decisão mais recente envolvendo o processo saiu no último sabado, 21. Nela, consta que o nome ‘150 BPM’ está ligado diretamente ao músico, portanto a publicidade da Skol Beats deve sair do ar.

Indireta

O DJ já processou a Ambev e Kondzilla envolvendo as questões de apropriação intelectual. Agora, é a vez de Anitta, que receberá um processo individual. “Ela diz que a autoria do produto como um todo é dela. Como pode ser dela se eu criei o movimento? Igual fez com a Ludmilla”, desabafou. O comentário faz alusão a confusão em volta da música ‘Onda Diferente’.

View this post on Instagram

Carta aberta a imprensa, parceiros e público .

A post shared by Dj Polyvox (@polyvox_dj) on

Compartilhe
Comentários