TRISTEZA

Ano de perdas no mundo artístico. Veja quem partiu em 2019.

Ano de perdas no mundo artístico. Veja quem partiu em 2019.

O apresentador Gugu Liberato segue internado (Foto: Reprodução/Instagram)

Publicado em Notas 24/11/2019 às 10:23

Este foi um ano de perdas importantes no mundo dos famosos. A mais recente, foi a partida do apresentador Gugu Liberato, na última sexta-feira. Todo mundo foi pego de surpresa. Sabe daquelas pessoas que você nunca imagina que vai partir tão cedo? Pois é? Foi o caso de Gugu.

Jorge Fernando / Foto: Reprodução

Antes dele, a última perda que entristeceu o país foi a dor diretor Jorge Fernando, falecido em outubro, aos 64 anos. Ele estava internado no hospital Copa Star, em Copacabana, no Rio de Janeiro, vítima de um aneurisma.

Maurício Sherman (Foto: Reprodução/Internet)

Também em outubro, partiu um dos maiores nomes da televisão brasileira: o ex-diretor da Globo Maurício Sherman. Ele, que foi um dos criadores do Fantástico, estava em sua casa, na zona sul do Rio de Janeiro. Aos 88 anos ele sofria de uma doença renal crônica.

Fernanda Young – Foto: Bob Wolfenson / reprodução

A atriz, escritora, roteirista e apresentadora de TV Fernanda Young, de 49 anos, morreu em agosto, em Minas Gerais. A autora de séries de sucesso, como “Os Normais”, “Minha Nada Mole Vida”, “Os Aspones” e “Shippados”, teve uma crise de asma seguida de parada cardíaca. A atriz estava no sítio da família em Gonçalves (MG), quando passou mal. Ela tinha asma desde a infância. Fernanda foi levada de ambulância para um hospital da cidade vizinha, Paraisópolis. A equipe médica tentou reanimá-la, mas ela não resistiu.

Kito Junqueira morre em Curitiba, no Paraná. Foto: Reprodução/Instagram/TV Globo
Kito Junqueira morre em Curitiba, no Paraná. Foto: Reprodução/Instagram/TV Globo


Ator com trabalhos em várias produções de teatro, TV e cinema, Kito Junqueira morreu hoje aos 71 anos em Curitiba (PR), também em agosto. Ele passou mal em casa, chegou a ser socorrido por uma ambulância, mas não resistiu. A causa da morte foi infarto.

João Carlos Barroso como Delegado Mesquita na novela Sol Nascente (Imagem: Reprodução)

Ainda no mesmo mês, o ator João Carlos Barroso morreu aos 69 anos. A notícia da morte foi confirmada por amigos do artista nas redes sociais. Segundo o ator Mário Cardoso, João Carlos sofria de câncer no pâncreas há algum tempo. 

Paulo Henrique Amorim era uma das vozes mais conhecidas no jornalismo brasileiro
Paulo Henrique Amorim (Imagem: Reprodução)

Em julho, faleceu o jornalista Paulo Henrique Amorim, aos 76 anos. Ele trabalhou em diversas redações, inclusive na Globo. Ele estava em casa, no Rio de Janeiro, quando sofreu um infarto fulminante .

Ruth de Souza – Foto: reprodução

A atriz Ruth de Souza partiu aos 98 anos, em julho. Ela estava internada no Centro de Tratamento Intensivo do Hospital Copa D’Or, em Copacabana, na Zona Sul do Rio, vítima de uma pneumonia.

Gabriel Diniz (Imagem: Divulgação)
Gabriel Diniz (Imagem: Divulgação)

A partida precoce do cantor Gabriel Diniz, no auge da sua carreira, chocou todo o Brasil. Justamente quando sua música estava estourada em todas as rádios e nos shows de inúmeros artistas com o hit Jenifer. Aos 28 anos, GD foi vítima de um acidente aéreo, em maio, no sul de Sergipe quando estava a caminho de Maceió, em Alagoas para encontrar a namorada.

Ricardo Boechat será homenageado na igreja. Foto: Reprodução/TV Band

O jornalista Ricardo Boechat também foi vítima de um desastre aéreo, em fevereiro. O jornalista, apresentador e radialista morreu aos 66 anos, em São Paulo. Ele estava em um helicóptero que caiu na Rodovia Anhanguera e bateu na parte dianteira de um caminhão que transitava pela via.

Morre mãe do ator Caio Junqueira, no Rio de Janeiro. Foto: Divulgação

Caio Junqueira, o Neto de Tropa de Elite, não resistiu não resistiu a um grave acidente de carro, em janeiro. manhã desta quarta-feira (23). O ator de 42 anos capotou seu carro no Aterro do Flamengo após perder o controle do veículo, ficou preso nas ferragens e sofreu fratura exposta no rádio e no fêmur, além de um derrame pleural bilateral.

Compartilhe
Publicado por
Anneliese Pires

Comentários