dicas

Maquiagem em pele negra sem mistério; veja dicas

Publicado em Beleza Comportamento Especial Galerias MODA/BELEZA Mulher 20/11/2019 às 14:20
Maquiagem em pele negra sem mistério; veja dicas

Criadora e criatura em ação. Foto Dayvison Nunes / JC Imagem

Quando se fala em maquiagem, muito é determinado sobre o que se pode ou não realizar em tons de pele negra. É comum encontrar ‘recomendações’ que restringem o uso de cores quentes de sombra ou batom, por exemplo. Porém, maquiadoras especializadas em peles negras mostram que essas delimitações caem por terra.

LEIA MAIS: Bailarina negra se emociona ao usar sapatilhas cor da pele pela primeira vez

Pensando nisso, o Social1 trouxe dicas para uma make casual e artísticas em pele negra. Conversamos com a maquiadora Nartachê Alves, especializada em maquiagem para peles negras. Ela compartilhou algumas instruções que podem facilitar a vida de muitas mulheres negras; e também contou um pouco da sua história – que tem tudo a ver com representatividade. 

Aos 28 anos, Nartachê é maquiadora profissional há 10, mas seu contato com o mundo da beleza veio desde cedo. Na adolescência, a então bailarina precisava aprender a maquiar a si e as colegas em um ambiente que predominavam pessoas brancas. Até hoje, ela ressalta a dificuldade que a população negra enfrenta para encontrar um tom de base semelhante ao da pele, por exemplo. 

“Eu misturava sombra marrom com base, na época, para que minha pele não ficasse acinzentada”, conta, “ainda bem que, aos poucos, essa realidade vem mudando no mercado, e é possível encontrar itens que incluam os diferentes tons da pele negra”. Ela também explica que, no Brasil, peles mais retintas tendem a ser mais oleosas e possuírem uma coloração mais amarelada.

Dicas

Para começar, o essencial é fazer uma skincare, ou seja, cuidar devidamente da pele. Para dermes mais oleosas, Nartachê recomenda o uso de um tônico facial, que deixa a pele aveludada e com aspecto saudável. Para não deixar o rosto opaco ou seco, uma base semi matte é sempre bem-vinda. 

É importante pensar nas áreas da face, já que peles negras apresentam diferentes tonalidades ao longo do rosto. Por isso, o cuidado deve ser principalmente nos pontos altos como testa, queixo, maçãs do rosto e nariz.

LEIA MAIS: Novo laser trata as manchas na pele até no verão

Uma dificuldade descrita por Nartachê e por várias mulheres negras é para encontrar a base da tonalidade correta. A maquiadora tirou a dúvida. “O melhor é testá-la no rosto entre o queixo e o pescoço, já que fica entre o centro e extremidades. Se ao colocar ela desaparece, essa é a base perfeita”

Pensando em cores, a palavra-chave é complementar. Para peles retintas voltadas para o azulado, tons próximos do roxo e malva valorizam. Enquanto isso, as peles negras que tiverem o subtom próximo ao amarelo ou vermelho podem apostar no ocre e dourado. 

Porém, é claro, que isso não é uma regra. Todos os tipos de pele negra podem utilizar de tons quentes ou frios, que devem ser pensados em como vão ‘responder’ à luz para não estourar. O que deve ser evitado, contudo, é o pó translúcido branco e cores voltadas para o prata, já que acinzentam ou embranquecem o rosto.

Confira a galeria com o passo a passo:


Compartilhe
Comentários