SAUDADE

“Vou ao cemitério a cada cinco dias”, diz Cafu sobre o filho morto

Publicado em Esportes Famosos luto Notas 1/11/2019 às 14:21
“Vou ao cemitério a cada cinco dias”, diz Cafu sobre o filho morto

Cafu e o filho Danilo, morto em setembro. Foto: Reprodução/Instagram

O ex-jogador Cafu concedeu uma entrevista às páginas amarelas da revista Veja e desabafou sobre a morte do filho Danilo, de 30 anos, que morreu há dois meses enquanto disputava uma partida de futebol com os amigos, em Aphaville, São Paulo.

“Não sei como descrever a sensação de jogar terra sobre o caixão de um filho”, contou Cafu, emocionado. “Vou ao cemitério a cada cinco dias. Não tive coragem de entrar no quarto dele e nunca mais pisei no campo onde tudo aconteceu”, revelou o ex-lateral.

LEIA MAIS: Alcione é agora Cidadã de PE e exalta: “Ninguém é como o pernambucano”

No dia da tragédia, Danilo saiu do campo e seu pai permaneceu jogando. Minutos depois, Cafu percebeu uma movimentação estranha na lateral do gramado, foi quando viu o filho passando mal. “Carreguei o Danilo no colo, coloquei-o no carro e cinco minutos depois chegamos ao hospital”, disse.

O rapaz, que sofria de Aterosclerose Coronária precoce, tratava sua condição com um cardiologista. “Após o enterro, desliguei o celular. Quando fui ver as mensagens, havia mais de 5 mil. Todos os meus ex-colegas de seleção me procuraram para prestar solidariedade”, finalizou.

Compartilhe
Tags:
Publicado por
Igor Guaraná

Comentários