SERÁ?

Homem do Mato Grosso do Sul afirma ser filho de Junno Andrade

Publicado em Notas 23/10/2019 às 11:11
Homem do Mato Grosso do Sul afirma ser filho de Junno Andrade

Contrato casadinho? Junno Andrade, namorado de Xuxa, vai estrelar novela da Record

Um promotor de vendas nascido no Mato Grosso do Sul procurou a coluna da jornalista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, para afirmar que é filho de Junno Andrade. Eduardo Tadeu Mattos de Oliveira, de 35 anos, nasceu em Ponta Porã, e contou que a mãe dele e o namorado de Xuxa Meneghel, namoraram por um tempo e teria nascido dessa relação . “Ele e minha mãe, Isabel, namoraram um tempo, chegaram a morar juntos, mas eles brigaram e Junno foi embora para São Paulo. Nos conhecemos quando eu fiz 12 anos. Desde então ele sabe da minha existência”, contou.

Eduardo contou, ainda, que foi o avô, Ari, quem promoveu o encontro já na capital paulista e que chegou a conviver com o cantor na adolescência.”Desde o início, a minha mãe era contra a nossa aproximação porque não queria que pensassem que a gente queria dinheiro. Eu só queria carinho do meu pai”.A convivência, no entanto, foi interrompida bruscamente. “Quando eu fiz 15 anos, eles sumiram. Deixaram de me procurar. Eu ainda fui atrás, mas eles trocaram de telefone e endereço. Em 2011, com o Facebook, eu fui no perfil da Cleo Brandão (apresentadora e ex-mulher de Junno) e achei minha avó e meus primos. Eles me bloquearam”.

Eduardo conta que a pedido da mãe, parou de ‘mendigar’ pelo amor do suposto pai. Só que, há dois anos, ele resolveu procurar novamente o cantor. “A minha mãe morreu e eu resolvi correr atrás do que eu mais quero na vida, que é ter o nome do meu pai nos meus documentos. Não quero dinheiro. Fiz contato com a produção da Xuxa, atual mulher dele, e fui ignorado. Insisti e aí fui bloqueado. A sensação que tenho é que querem que eu esqueça. Mas eu não vou esquecer. Eu quero fazer o exame de DNA”, disse.

A colunista entrou em contato com Junno, que afirmou ter tido um breve romance com a mãe de Eduardo ainda na adolescência. “Eu não cheguei a namorar a Isabel. A gente ficava. Depois eu o conheci. Ele passou uns três dias lá em casa com a gente, mas tinha um comportamento estranho e eu mandei ele logo de volta para a casa da mãe dele”, lembrou. Junno não acredita, no entanto, que o rapaz seja seu filho: “Ele não se parece comigo. De qualquer forma, estou disposto da fazer o exame de DNA e resolver a questão. Se ficar comprovado que ele é meu filho, é claro que vou assumir”, completou.

Compartilhe
Publicado por
Anneliese Pires

Comentários