COMPLICADOS

Depois de três anos, divórcio de Angelina Jolie e Brad Pitt não saiu; entenda

Depois de três anos, divórcio de Angelina Jolie e Brad Pitt não saiu; entenda

Angelina Jolie e Brad Pitt. Foto: Reprodução/Observatório do Cinema

Publicado em Famosos 10/10/2019 às 7:43

Em 2016, um dos casais mais famosos de Hollywood chegou ao fim. Os ambos atores Angelina Jolie e Brad Pitt resolveram dar um ponto final no relacionamento que gerou seis filhos ao casal. No entanto, o processo de divórcio não tem sido tão fácil.

LEIA MAIS: Jennifer Aniston comenta sobre possível volta de ‘Friends’

Segundo o site ‘The Blast’, o motivo para Angelina Jolie e Brad Pitt continuarem casados no papel é o conflito no acordo financeiro entre eles. Ou seja, Jolie e Pitt não conseguiram decidir de que maneira vão dividir os milhões de dólares que possuem.

Por causa dessa indecisão, Brad Pitt contratou um juiz particular para abrir um novo processo com o consentimento da ex-esposa. O ‘The Blast’ ainda revelou que um dos principais motivos para esse conflito foi a compra compartilhada de um vinhedo na França, em 2011, por aproximadamente R$ 245 milhões.

LEIA MAIS: Pelada, Nana Gouvea celebra o fim do verão norte-americano

No entanto, a revista Us Weekly divulgou esta semana que Brad Pitt tem retomado contato com Angelina para conversar a respeito dos filhos, principalmente uma possível visita a Maddox, que se mudou para a Coréia do Sul para fazer faculdade.

Recentemente, Angelina Jolie comentou sobre o fim da relação, que durou oito anos. “O que aconteceu no final do meu relacionamento com Brad, e depois no começo da nossa separação, foi um momento complicado, quando eu não me reconheci mais. Me tornei menor e insignificante. Senti uma tristeza profunda e real, fiquei ferida”, descreveu.

Compartilhe
Comentários