AUTOBIOGRAFIA

“A arte é demoníaca, e nós, artistas, somos o instrumento do demônio”, diz Fernanda Montenegro sobre crise na cultura

Publicado em Famosos Notas Política TV 20/09/2019 às 16:25
“A arte é demoníaca, e nós, artistas, somos o instrumento do demônio”, diz Fernanda Montenegro sobre crise na cultura

Fernanda Montenegro fala sobre política em sua autobiografia. Foto: Reprodução/Instagram

Prólogo, Ato, Epílogo é o nome da autobiografia da atriz Fernanda Montenegro, lançada nesta sexta-feira, 20, pela editora Companhia das Letras. No livro, a veterana fala sobre seus 70 anos de carreira, vida pessoal, prêmios e trabalhos no teatro, TV e cinema.

Quando o assunto é a atual política do país, Fernanda não ‘foge da raia’ e faz questão expôr sua opinião. “Estamos nos transformando em um país conduzido por uma visão religiosa e quem não apoiar não terá nada. E a cultura tornou-se o primeiro item a ser revisto e, se possível, exterminada. A arte é demoníaca, e nós, artistas, somos o instrumento do demônio”.

Montenegro, que chegou a concorrer ao Oscar por Central do Brasil, em 1999, afirma que o sistema político brasileiro é falho, antes mesmo do período militar. “O período militar durou 20 anos e foi marcado por mudanças no comando, mas o sistema era o mesmo, o que parecia com uma reeleição”, explicou, ressaltando o erro de manter no poder um mesmo partido político por tanto tempo.

Compartilhe
Publicado por
Igor Guaraná

Comentários

VEJA TAMBÉM

750 -- 410
Array
(
    [0] => https://imagens4.ne10.uol.com.br/blogsne10/social1/uploads/2019/07/Bella-Thorne-DSTK.jpg
    [1] => 750
    [2] => 410
    [3] => 
)
Bella Thorne assume pansexualidade

Bella Thorne assume pansexualidade