CINEMA

Paulo Gustavo vetou beijo gay no próximo ‘Minha Mãe é Uma Peça’

Paulo Gustavo vetou beijo gay no próximo ‘Minha Mãe é Uma Peça’

Paulo Gustavo como dona Hermínia em Minha Mãe é Uma Peça (Imagem: Reprodução / Instagram)

Publicado em Notas 13/09/2019 às 8:50

Haverá casamento entre dois homens na próxima sequência de Minha Mãe é uma Peça, mas não haverá beijo entre os noivos. De acordo com Rodrigo Pandolfo, ator do longa, o veto partiu de Paulo Gustavo, que é roteirista e vive a matriarca Dona Hermínia. Nas suas redes, ele tentou defender sua escolha.

Em entrevista ao UOL, o intérprete de Juliano em Minha Mãe é Uma Peça falou sobre a suposta decisão do ator e roteirista: “O Paulo optou por não ter o beijo. Entendi depois. Antes, cheguei e questionei: “Por que não vai ter?”. Ele falou: ‘Olha, a gente está fazendo um filme popular. A gente sabe que o Brasil tem questões (relacionadas ao beijo gay) ainda, infelizmente. O Juliano já vai se casar’. Ele não sentiu a necessidade de colocar o beijo e expor publicamente”, comentou Rodrigo Pandolfo.

Ainda ao UOL, ele afirmou que entende a decisão: “Eu entendo, de certa forma. O filme é a maior bilheteria da história do cinema brasileiro. Se você coloca o beijo acontecendo, em uma sociedade que, infelizmente, ainda se assusta, talvez seja agressivo. O Paulo usou uma expressão que é: ‘A gente não precisa esfregar nenhuma opinião pessoal na cara do público. A gente já está mostrando um casamento gay. Mais do que isso não precisa”.

Após a entrevista, internautas tomaram as redes sociais para protestar contra a suposta censura estabelecida por Paulo Gustavo: “Paulo Gustavo é o retrato perfeito do hipócrita privilegiado que se curva perante o conservadorismo pra não perder dinheiro. Avisem a ele que seu casamento, e a adoção de filho, são frutos da luta de gente que todo dia morre por ser quem é e que é agredida por beijar quem ama”, escreveu um usuário do Twitter.

Paulo Gustavo se defende

Após a repercussão negativa, o humorista recorreu às redes sociais para se defender.

“Quando comecei a escrever esse filme, eu tinha uma caneta e uma folha em branco e não sabia por onde começar, mas pensei: quero falar sobre casamento gay”, iniciou Paulo Gustavo.

O ator se casou em 2015 com o dermatologista Thales Bretas e optou por não beijar o amado na ocasião, selando a união com um abraço.

“Esse momento do casamento trata de uma coisa maior: o orgulho que essa mãe sente ao ver o filho seguir o caminho do amor e casando com quem ele ama! Sendo quem ele quer ser! Eu quis botar esse trecho do casamento deles dois pra relembrar o que eu vivi e para com isso tentar inspirar e transformar outras famílias. Coisa que eu tenho feito todos esses anos em vários trabalhos”, comentou Paulo Gustavo.

Ainda nas redes, ele concluiu: “Mas voltando ao filme, Minha mãe é uma peça 3 é sobre como ‘Dona Hermínia’ vai lidar com seus filhos formando novas famílias. O Juliano é um dos filhos e o seu casamento é uma parte do filme! Muito importante, mas que está junto de outras questões que também acontecem na trama. Não é que exista a cena de um casamento, de troca de alianças, ‘até que a morte os separe’ e só não há o beijo. Não existe essa cena dentro do filme. Existe um discurso emocionado dos noivos, que é interrompido por Dona Hermínia – daquele jeito dela que vocês bem conhecem – para que ela se declare não só para Juliano, mas para toda a família. Após este momento, já estão todos dançando e brindando e celebrando o amor, não só dos recém-casados, mas da família toda”.

Compartilhe
Publicado por
Victor Augusto

Comentários
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com