“Sou psicoticamente pernambucano”, diz Marcos Vinicios Vilaça sobre seu amor pelo Estado

“Sou psicoticamente pernambucano”, diz Marcos Vinicios Vilaça sobre seu amor pelo Estado
Publicado em Galerias 27/08/2019 às 10:24

O jurista, ex-ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), escritor (com 76 livros publicados) e imortal da Academia Brasileira de Letras (ABL) Marcos Vinicios Vilaça recebeu homenagem afetiva na noite desta terça (27), no Auditório Sérgio Guerra, na Assembleia Legislativa de Pernambuco. A proposta da homenagem, do deputado Antônio Moraes, lembrou os 80 anos completados pelo intelectual, dia 30 de junho, e a contribuição para com Pernambuco nesses anos todos.

“Sou psicoticamente pernambucano”, disse Marcos Vinicios Vilaça durante discurso, quando falava da sua fama de “pernambucanista” – que, mais do que o gentílico “pernambucano”, designa uma profunda paixão pelo Estado e também um papel de embaixador.

A sessão de homenagem foi presidida por Priscila Krause, que relembrou a trajetória do imortal da ABL, iniciada justamente na Alepe, no ano de 1958. Biografia que Marcos Vinicios Vilaça ratificou: “Como tudo começou aqui, à Assembleia eu devo tudo”.

Entre as reverências a Vilaça, apresentaram-se o Coral Vozes de Pernambuco, o sanfoneiro Mahatma Costa e o cantor Ed Carlos, além do Maracatu Cambinda de Ouro, natural de Nazaré da Mata, cidade onde o homenageado nasceu.

Por lá estavam o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Marcos Loreto; o secretário de Cultura de Pernambuco, Gilberto Freyre Neto (afilhado de Vilaça), Mendonça Filho, Teresa Duere, Do Carmo Monteiro, Maria Lecticia e José Paulo Cavalcanti Filho, Clara Dubeux…

Veja fotos:

Compartilhe
Publicado por
Romero Rafael

Comentários
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com