Novas técnicas garantem cabelos loiríssimos e bem cuidados

Novas técnicas garantem cabelos loiríssimos e bem cuidados

Conversamos com duas especialistas no assunto.

Publicado em Notas 26/08/2019 às 9:56

Você é daquelas pessoas que morre de vontade de mudar e apostar em cabelos super claros, mas tem medo de como vai ficar a saúde deles? Nem se preocupe: você não está sozinha. Esse é um temor que ronda as cabeças de todos que decidem recorrer às técnicas de descoloração. Isso porque o procedimento rompe a cadeia de pigmentos responsáveis pela cor natural dos cabelos. Mas, saiba, há métodos bem mais modernos que minimizam os danos da química e, ao mesmo tempo, fazem a cor durar mais tempo.

Entre elas, estão as mechas na água, que garantem o efeito de madeixas levemente iluminadas e podem ser feitas tanto em tons loiros como nos castanhos. O procedimento é feito com os fios ainda úmidos, o que ajuda a dar naturalidade à descoloração. A cabeleireira Cecyara Costa, do Dona Santa Beauty & Care, explica que o procedimento favorece que os fios sejam bem preparados antes de receber a química. “É como uma medicina preventiva: trata e previne antes do dano. A gente pode dar uma turbinada no cabelo antes, com uma carga de proteínas, aminoácidos, tudo o que o cabelo perde com a descoloração”, explica.

Essa água que fica nos fios é mais uma forma de protegê-los; uma espécie de barreira a mais à química. “Associado a isso, utilizo Olaplex (produto formado por átomos de carbono, hidrogênio, oxigênio e nitrogênio que reconstrói e protege a estrutura do cabelo) e pó descolorante junto a uma água oxigenada de volumagem baixa”, conta. No entanto, alerta Cecyara, técnica alguma dispensa o tratamento eficaz em casa e no salão.

Um outro procedimento, criado pela colorista paulistana Vanessa Oliveira, trabalha as mechas com baixa oxidação, desenhando-as uma por uma. O mais interessante é que este método não utiliza nenhum outro produto a não ser o descolorante. “Com a técnica consigo ir desenhando os fios, em mechas ultra finas, com baixa oxidação e trabalhando com intensidade e dimensão, mantendo a estrutura do fio. Descolorimos e clareamos ao máximo, fio a fio, até o cabelo abrir naturalmente, sem danificar”, afirma.

O efeito final é um degradê bem sutil, menos marcado do que as luzes tradicionais e mais natural. A dica inicial é descobrir se os fios suportam atingir o tom esperado e chegar à cor sem prejudicar a saúde do cabelo. Para isso, o teste de mecha é fundamental. Em seguida, Vanessa faz uma breve entrevista com a cliente. “Crio o visual a partir da personalidade de cada uma. Identifico postura, tom de voz e a conheço um pouco para entendê-la e criar um desenho dela mesma, na sua melhor versão”, conta. O procedimento pode durar de seis a 12h.

CUIDADOS
Assim como o corpo, o cabelo também precisa de uma alimentação adequada para manter-se saudável. Por isso, é imprescindível aderir a uma rotina de cuidados. “O tratamento tem que ser sequencial; é muito importante que a cliente siga um home care com produtos indicados pelo profissional. E também ir, pelo menos, uma vez ao mês, potencializar o tratamento no salão”, indica Cecyara Costa.

A especialista Vanessa Oliveira costuma passar um cronograma de cuidados capilares, começando com a reconstrução para reposição de massa, em seguida nutrição, com uma carga de proteínas e hidratação.”Logo depois de fazer as mechas, peço para a cliente esperar três dias para lavar novamente porque sempre deixo uma proteína nos fios, que vai se juntar a oleosidade natural dos cabelos ajudando devolver a saúde dos fios”, explica.

Compartilhe
Publicado por
Anneliese Pires

Comentários
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com