Gusttavo Lima fez do Recife um boteco gigante

Gusttavo Lima fez do Recife um boteco gigante

Foto: Leonardo Vasconcelos/JC

Publicado em Notas 11/08/2019 às 12:29

Um boteco gigante e animado. Foi nisto que Gusttavo Lima transformou a área externa do Centro de Convenções, ontem à noite, colocando uma verdadeira multidão (mais de 30 mil pessoas segundo os organizadores) para dançar e beber ao som dos seus grandes sucessos. O “Buteco do Gusttavo Lima” lotou o espaço que ainda recebeu os shows de Matheus & Kauan e Avine Vinny.

Este último foi quem abriu a festa, que contou com grande estrutura e palco, por volta das 22h horas. O cantor cearense tocou seus sucessos como “Maturidade” e “Boa Sorte Aí”, inclusive seu último lançamento “Volta Vai” gravado com Simone da dupla Simone e Simaria. Um dos momentos especiais do show foi quando homenageou as fãs, convidando uma pro palco (veja o vídeo abaixo).

Depois foi a vez da dupla Matheus & Kauan subir ao palco de uma hora da manhã. Os irmãos goianos, com diversos hits consagrados na carreira, trouxeram como novidade “Quarta Cadeira” (veja o video) e “Vou ter que superar”, esta última em parceria com Marília Mendonça.

Mas a grande estrela da noite era mesmo o “Embaixador” Gusttavo Lima que começou seu aguardado show por volta das 3h e provou porque seu projeto “Buteco” vem sendo um sucesso enorme por onde passa em todo o Brasil. Nele o cantor faz releituras de clássicos da música sertaneja misturado com suas canções estouradíssimas no país inteiro como “Zé da Recaída”, “Apelido Carinhoso” (música mais tocada no ano passado) e “Cem Mil” (canção mais executada nas rádios no primeiro semestre deste ano”). Uma das mais cantadas foi o clássico “Na Hora de Amar” (veja o vídeo).

Claro que também não faltaram seus novos singles “Milu” e “Online”. Do começo ao fim, Gusttavo Lima interagiu bastante com o público. Como todos os setores da festa estavam realmente muito cheios houve reclamações somente em relação a difícil circulação de pessoas e a quantidade de banheiros oferecidos. A festa terminou já de manhã, como um boteco que os clientes não querem deixar fechar.

Compartilhe
Publicado por
Anneliese Pires

Comentários
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com