“Era um adolescente racista, homofóbico e machista”, comenta Fábio Porchat

“Era um adolescente racista, homofóbico e machista”, comenta Fábio Porchat

Fábio Porchat /Foto: Reprodução

Publicado em Famosos 25/07/2019 às 9:53

Fábio Porchat foi entrevistado pelo seu antigo concorrente por audiência, Pedro Bial, no Conversa com Bial exibido nessa quarta-feira (24). Na atração, o humorista refletiu sobre bullying e as mudanças pelas quais passou em busca de uma maior conscientização sobre discursos ofensivos.

LEIA TAMBÉM > Padre Fábio de Melo fala sobre síndrome do pânico

“Sempre sofri muito bullying de ‘viadinho’. Até hoje. Mas, quando você é criança, é a pior coisa que pode acontecer no mundo. Depois de adulto, eu entendi que ser chamado de gay não é problema porque não é problema de caráter. Quando chamam de ladrão, de safado, aí que é problema”, comentou Fábio Porchat.

Apesar disso, o humorista não escondeu que também reproduzia discursos ofensivos: “Eu era horrível. Lógico que eu era um adolescente racista, homofóbico, machista, total, contava piadas racistas das piores. É importante que a gente perceba que acabou. Era bom pra mim, pra você, homem branco, hétero. Pro resto da população era uma merda. Fiz brincadeiras que machucaram pessoas, como também fui machucado. Hoje as coisas estão mudando”.

Sobre o processo de conscientização, Fábio Porchat recorda: “Eu fui me dando conta, entendendo, ouvindo o que as pessoas têm a dizer. Pode ser que na sua realidade não tenha racismo, não haja pessoas passando fome, mas a do país é outra realidade”.

Compartilhe
Publicado por
Victor Augusto

Comentários
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com