Luís Ernesto Lacombe, ex-Globo, pede demissão de José de Abreu: “Pessoa desorientada”

Luís Ernesto Lacombe, ex-Globo, pede demissão de José de Abreu: “Pessoa desorientada”

Lacombe dispara contra José de Abreu. Foto: Reprodução/Instagram/Band

Publicado em Famosos Notas TV 9/07/2019 às 4:16

Luís Ernesto Lacombe, ex-jornalista da TV Globo e atual apresentador do programa Aqui na Band, criticou alguns comentários feitos por José de Abreu no Twitter, onde o ator mencionou o assassino de Daniella Perez, Guilherme de Pádua, para falar sobre o atual momento político vivido no país. “O Brasil está tão doido que vemos Guilherme de Pádua e Gloria Perez apoiando o mesmo espectro político! Que tempos!”, escreveu Abreu, que, logo depois, pediu desculpas pelo infeliz comentário.

Lacombe resolveu intervir e deu sua opinião sobre o caso. “José de Abreu é uma pessoa muito desorientada, não tem a menor ideia do que é democracia. Não aceita ninguém que tenha opiniões contrarias a dele. Fico impressionado, é algo que sempre penso, vamos lembrar o Willian Waack que fez realmente um comentário infeliz, racista, que teve o contrato rescindo e foi dispensado”, relembrou o jornalista.

LEIA MAIS: Gloria Perez e José de Abreu trocam farpas por conta de política e ator relembra assassinato da filha da novelista

Em outro momento, Lacombe relembrou o desligamento de José Mayer por suspeitas de abuso sexual dentro da emissora carioca. “O José de Abreu pode xingar as pessoas e os colegas de trabalho, pode cuspir num casal que estava no mesmo restaurante que ele e tudo bem. Eu não consigo entender os dois pesos e medidas de uma pessoa que não tem ideia do convívio entre o contraditório de pessoas que têm opiniões diferentes da dele. Uma pessoa intratável que se chega a esse nível de citar o assassino da filha da Gloria Perez é algo tão doentio, tão absurdo”, disparou.

Partindo para o viés político, o jornalista relembrou de uma brincadeira feita por José de Abreu no Twitter, na qual se declarou presidente interino do Brasil. “Quer dizer, ele é tão democrata que não aceita um presidente eleito, democraticamente, por 60 milhões de votos e faz uma brincadeira absurda dessa e continua lá trabalhando e feliz da vida. Enquanto outros, fizeram na minha opinião menos do que ele e foram afastados. Mais uma vez dois pesos e duas medidas. Deixa ele lá falar as besteiras dele. Eu acho realmente muito triste”, finalizou.

Compartilhe
Publicado por
Igor Guaraná

Comentários
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com