4º ano do MOV traz oficinas, mostras competitivas, sessão ao ar livre e mais

4º ano do MOV traz oficinas, mostras competitivas, sessão ao ar livre e mais

4º MOV promete ampliar o panorama do cinema universitário na região. Fotos: Divulgação

Publicado em Cinema Eventos Notas 2/07/2019 às 7:22

Concebido em 2014 pelos então estudantes da UFPE Vinicius Gouveia, Txai Ferraz, Thais Vidal e Amanda Beça, o 4º ano do MOV – Festival Internacional de Cinema Universitário de Pernambuco, que acontece entre os dias 8 e 14 de julho, no Cinema São Luiz, promete ampliar o panorama do cinema universitário na região.

Na programação, os organizadores destacam as mostras competitivas de curtas-metragens nacionais e internacionais (42 ao todo, contemplando países como Filipinas, Palestina e Índia), sessões especiais de longas, oficinas formativas e as rodas de discussões sobre o mercado cinematográfico. Documentários como Onde Começa um Rio, de Julia Karam, Maiara Mascarenhas, Maria e Cardozo e Pedro Severien, que fala sobre as ocupações universitárias de 2016 contra a “PEC do Teto”, e Uma Juventude Alemã, que retrata a revolta sobre a revolta estudantil que deu origem ao movimento de guerrilha urbana RAF, de Jean-Gabriel Périot, no dia 13 de julho, no mesmo local, são exemplos de ótimas exibições durante o evento.

Ao todo, foram 700 filmes, entre nacionais e internacionais, inscritos na competição, cuja curadoria deu corpo a um conjunto de filmes que podem ser relacionados a um contexto político em defesa das liberdades individuais. Os ingressos terão o preço único de R$ 5, e a programação completa do festival você confere clicando aqui.

Os idealizadores do MOV: Thais Vidal Vinicius Gouveia Txai Ferraz e Amanda Beça. Credito: Tiago Calazans/Divulgação

Os idealizadores do MOV: Thais Vidal Vinicius Gouveia Txai Ferraz e Amanda Beça. Credito: Tiago Calazans/Divulgação

Compartilhe
Publicado por
Igor Guaraná

Comentários
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com