Os 100 anos do JC são reverenciados na Assembleia Legislativa de PE

Os 100 anos do JC são reverenciados na Assembleia Legislativa de PE

João Carlos Paes Mendonça entre os deputados Tony Gel Eriberto Medeiros - Foto: Dayvison Nunes / JC Imagem

Publicado em Galerias Notas 14/05/2019 às 9:07

Os 100 anos do Jornal do Commercio, completados no dia 3 de abril, foram celebrados, na noite desta terça (14), em reunião solene na Assembleia Legislativa de Pernambuco. Proposta pelo deputado Tony Gel (MDB), a homenagem contou com a presença do presidente do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, João Carlos Paes Mendonça.

Emocionado, o empresário recebeu placa comemorativa e relembrou quando, em 1980, recebeu o título de Cidadão Pernambuco, por iniciativa do então deputado Almeida Filho – “Até hoje me honra e me orgulha”. Foi a deixa para falar sobre seu outro orgulho: os 100 anos do JC. “Uma instituição que se confunde com os melhores valores de Pernambuco – e que segue a sua caminhada defendendo os valores que acredita.”

O discurso de João Carlos Paes Mendonça ainda percorreu a trajetória do jornal, iniciada por F. Pessoa de Queiroz, até a retomada, feita por ele em 1987. “Reerguer uma empresa como o Sistema Jornal do Commercio foi uma forma de retribuir à sociedade pernambucana o respeito que ela, aos poucos, depositou na minha trajetória. Defender os interesses desta terra, de forma apartidária, nem sendo governo nem sendo oposição, mas ecoando, sobretudo, os anseios da sociedade foi o caminho que escolhemos para seguir em frente e fortalecermos essa marca.”

O deputado Tony Gel destacou a imparcialidade, dedicação e o zelo do jornal, líder absoluto no Estado, além dos pioneirismos e das centenas de prêmios recebidos. Também pontuou, historicamente, as dez décadas do periódico, sobretudo, nos mais de 30 anos em que seu João Carlos esteve e está à frente. Finalizou seu discurso com a frase “Obrigado por não ter desistido do Jornal do Commercio e de Pernambuco”.

ABERTURA

O presidente da Alepe, deputado Eriberto Medeiros (PP), foi quem deu as boas-vindas, referindo-se ao Jornal do Commercio como “um jornal comprometido com a verdade”. “O JC é ferrenho defensor da liberdade de expressão, principalmente, nos momentos obscuros. Imprensa livre é requisito essencial da democracia. Razão pela qual essa casa sempre faz questão de ressaltá-lo.”

A solenidade contou com a participação do Coral Vozes de Pernambuco, sob regência da maestrina Mônica Muniz, que entoou canções como “Leão do Norte”, de Lenine, e “Asa Branca”, de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, além dos hinos do Brasil e de Pernambuco.

Tudo muito bem conduzido pelo cerimonial da casa, no comando do coronel Franklin.

PRESENÇAS

A noite foi bastante prestigiada. Foram à homenagem a vice-governadora do Estado, Luciana Santos; o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Marcos Loreto, além do conselheiro Carlos Porto, os deputados Priscila Krause, Tereza Leitão e João Paulo, o desembargador do Tribunal de Justiça de PE Jones Figueiredo; o secretário de Imprensa do Estado, Eduardo Machado, o empresário Gerson Lucena, Iuri Maia Leite, da Globo Nordeste; os publicitários Queiroz Filho, Giovani di Carli e Fernando Lima; a ex-deputada Terezinha Nunes, Sílvia Rissin, presidente do Imip; e o casal de escritores Maria Lecticia e José Paulo Cavalcanti Filho.

Compartilhe
Publicado por
Mirella Martins

Comentários
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com