“Bacurau”: Kleber Mendonça Filho agradece indicação à Palma de Ouro

“Bacurau”: Kleber Mendonça Filho agradece indicação à Palma de Ouro

Kleber Mendonça Filho agradece indicação de "Bacurau" à Palma de Ouro. Foto: Reprodução/Internet

Publicado em Cinema Famosos Notas 18/04/2019 às 4:22

O diretor Kleber Mendonça Filho agradeceu o carinho do público após a indicação do longa Bacurau, terceiro de sua carreira, à Palma de Ouro no Festival de Cannes. A competição, uma das mais importantes e prestigiadas do mundo, acontece entre os dias 14 e 25 de maio, na França. “Obrigado a todos pelas centenas de mensagens. (…) Eu e Juliano Dornelles (codiretor e coautor) estamos em Paris, trabalhando dez horas por dia para terminar o filme.”, disse Kleber no Instagram. Ao lado dos mixadores do filme, Ricardo Cutz e Cyril Holtz, na Technicolor, o diretor agradeceu o árduo trabalho desempenhado pela a equipe.

LEIA MAIS: “Bacurau”: Kleber Mendonça coloca novamente o cinema nacional no circuito competitivo de Cannes

“Esse é um trabalho de muitos anos, creio que Bacurau é o resultado da nossa relação com os filmes e as pessoas que amamos e que nos formaram, com Pernambuco, com o Brasil e com o mundo. Todos juntos fizemos, acho eu, um retrato artístico do Brasil e do mundo externo. (…) Essa é uma representação que, felizmente, o dinheiro não compra.”, finalizou ele. Aquarius, também do diretor, concorreu ao mesmo prêmio em 2016. Na ocasião, o cineasta e elenco realizaram um protesto contra o processo de impeachment da então presidente Dilma Rousseff.

Brasil em Cannes

Além de Bacurau, O Traidor, do diretor italiano Marco Bellocchio, também concorre ao prêmio. O filme gira em torno de um mafioso que fugiu para o Brasil. Caio e Fabiano Gullane, de Que Horas ela Volta?, foram os responsáveis pelas cenas gravadas no Rio de Janeiro. A atriz Maria Fernanda Cândido integra o elenco do longa. Na mostra Um Certo Olhar, existe o brasileiro A Vida Invisível de Eurídice Gusmão, de Karim Aïnouz. Fernanda Montenegro interpreta Eurídice, uma mulher que precisa enfrentar o machismo nos anos 1950.

[instagram BwZqTJbhFDI]

Compartilhe
Publicado por
Igor Guaraná

Comentários
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com