Maisa Silva defende criminalização da homofobia: “Pelo amor”

Maisa Silva defende criminalização da homofobia: “Pelo amor”

Maisa Silva primeira tatuagem e piercings. Foto: Reprodução/Instagram

Publicado em Famosos Notas TV 13/02/2019 às 6:28

Maisa Silva, de apenas 16 anos, resolveu sair em defesa da comunidade LGBTQ+ e gerou um importante debate social no Twitter. Nesta quarta-feira, dia 13, será julgado pelo Supremo Tribunal Federal uma ação que poderá criminalizar a homofobia no país. Sempre engajada, Maisa mostrou todo o seu apoio à comunidade. “Por todas as vidas; pelo amor; pela tolerância; pelo respeito. Vamos fazer desse um país de todos. Ninguém merece viver com medo de amar”, escreveu ela, utilizando as hashtags “É crime sim” e “Criminaliza STF”.

LEIA MAIS: Maisa Silva é assediada no Twitter e fãs disparam: “Nojento”

Em seguida, ela mandou um recado aos preconceituosos de plantão, além de mostrar o caso de Alexandre Ivo, de apenas 14 anos de idade, morto pela violência sofrida diariamente pelos homossexuais no país. O garoto foi torturado e encontrado morto em um terreno baldio. Seu rosto estava desfigurado e, infelizmente, os suspeitos continuam soltos. “Homofóbicos podem dar unfollow, até agradeço. Esse biscoito eu não quero”, disse Maisa.

Compartilhe
Publicado por
Igor Guaraná

Comentários
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com